Impinge (tínea): o que é, causas, sintomas e tratamento

8 de julho, 2022

A impinge tem vários nomes: impingem, Tínea e também Tinha, todos são os nomes mais comuns da dermatofitoses. A doença se caracteriza por um grupo de micoses que afetam os cabelos, pele e unhas, e se alimentam da queratina da pele. 

A impinge é formada por fungos, sendo uma micose que acaba se desenvolvendo em áreas de pele úmida. Assim, podem acontecer em diversos locais, por exemplo: mãos, pernas, tronco, rosto, axilas, virilha e couro cabeludo. 

Leia também: Endometriose: o que é a condição de Anitta e como tratá-la

Causas da impinge

Então, pessoas com baixa imunidade, maus hábitos de higiene, alergias ou consumo excessivo de açúcar também podem desenvolver a impinge com mais facilidade. No geral, não é preocupante, pois essa micose se desenvolve na camada de células mortas do corpo.

A impinge é mais comum em crianças e idosos, contudo, pode atingir qualquer idade, sexo e raça. 

Diagnóstico

O diagnóstico é feito através de exames dermatológicos para analisar as características das lesões. Por exemplo: raspagem da lesão, análise microbióloga e exame da lâmpada de Wood se encaixam nas opções. 

Sintomas

Manchas e lesões avermelhadas pelo corpo. Assim, elas podem descamar, provocar coceira e inchaço local. No couro cabeludo pode provocar queda dos cabelos. Além disso, também podem surgir em forma de anéis.

Tratamento da impinge 

O ideal é sempre procurar um médico para tratar as lesões corretamente e não agravar os machucados. Dessa forma, geralmente são indicados cremes e pomadas para regiões do corpo com poucas lesões. Então, o tratamento dura entre dias ou poucas semanas. 

Em quadros mais graves, é preciso tratar com medicamentos e ou também combinar os cremes e pomadas com o remédio. Todos os tratamentos envolvidos contam com substâncias antifúngicas

É importante ressaltar que não se deve coçar a região, afinal, pode transmitir a impinge para mais áreas do corpo. 

Leia também: Artrite psoriásica: Kim Kardashian desenvolveu condição após dieta radical 

Qual médico procurar?

Ao perceber sinais das manchas ou lesões avermelhadas, é necessário buscar atendimento com um dermatologista. Dessa forma, ele avaliará melhor o caso e o tratamento recomendado. 

A impinge é transmissível?

A impinge é, sim, contagiosa. A transmissão ocorre após o contato com a pele infectada, entretanto, mesmo o contato indireto pode causar o desenvolvimento da micose. Então, usar roupas e peças de cama de pessoas contaminadas, pisar no mesmo local onde um contaminado passou descalço, esportes com contato físico e até mesmo contato com pelo de animais infectados.  

Prevenção da impinge 

  • Evite deixar a pele úmida. Seque bem as regiões com sudorese; 
  • Se houver contato com possíveis infectados, tome banho e lave as mãos logo após; 
  • Evitar o uso de roupas muito quentes em dias de clima quente e úmido; 
  • Evitar contato com animais com doenças de pele; 
  • Não andar descalço em espaços públicos, especialmente vestiários e piscinas; 
  • Não compartilhar itens de higiene pessoal. 

Referências: Biblioteca Virtual do Ministério da Saude; Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Sobre o autor

Gabriela Ferreira
Jornalista e Repórter da Vitat.