Horário das refeições: jantar irregular aumenta risco de AVC

Alimentação Bem-estar
30 de Maio, 2022
Horário das refeições: jantar irregular aumenta risco de AVC

Manter uma dieta equilibrada e priorizar alimentos nutritivos são hábitos essenciais para evitar doenças e cuidar da saúde como um todo. Mas você sabia que o horário das refeições também interfere na qualidade de vida do indivíduo? Um estudo publicado na revista científica Nutrients revelou que o horário no qual você realiza o jantar impacta nas chances de ser acometido por um derrame.

Cientistas da Universidade de Osaka, no Japão, e da Universidade de Minia, no Egito, foram os responsáveis por conduzir a pesquisa. Eles analisaram as informações de 28 mil homens e 43 mil mulheres, entre 40 e 79 anos, durante 19 anos. 

Os participantes foram divididos em três grupos. O primeiro era composto pelos que jantavam cedo, antes das 20h. O segundo, por quem comia tarde, depois das 20h, e o último grupo era composto por aqueles que tinham horários irregulares.

O estudo descobriu que as pessoas que não seguem um mesmo horário para comer têm mais chances de morrer por AVC (Acidente Vascular Cerebral) hemorrágico em comparação com as que jantam cedo.

Além disso, pessoas com sobrepeso e que seguem horários irregulares de refeição se mostram ainda mais vulneráveis a desenvolver outros tipo de AVC e condições cardiovasculares.

Horário das refeições

Jantar cedo, além de diminuir as chances de um derrame, também é uma boa tática para quem deseja emagrecer. Isso porque é preciso comer pelo menos três horas antes de ir para a cama. Dessa forma, a digestão ocorre mais facilmente e ainda permite um sono de maior qualidade.

Além disso, jantar cedo pode ajudar a induzir o corpo à cetogênese: quando organismo adquire sua energia a partir da gordura corporal em vez de carboidrato.

Outra questão associada ao horário das refeições é o refluxo. De acordo com o gastrocirurgião e endoscopista Eduardo Grecco: “Fazer a última refeição muito tarde piora o refluxo. Pois imagine um copo cheio de água: quando você o tomba, ele espalha todo o conteúdo. A mesma coisa acontece com o estômago que está cheio de comida e ácido.”

Ficar sem jantar

Algumas pessoas acreditam que ficar sem jantar pode ajudar a perder peso de forma mais rápida. Mas, na verdade, o importante para emagrecer é conseguir um déficit calórico. Além disso, o jejum só é indicado quando há o aval de um profissional da saúde.

Ficar sem jantar pode atrapalhar o sono, uma vez que a sensação de fome está associada a crises de insônia. A longo prazo, ainda pode causar o aumento do apetite e provocar uma compulsão no futuro.

Dessa forma, o melhor caminho para ter uma refeição adequada é optar por alimentos saudáveis e realizar a última refeição do dia em um horário conveniente (pelo menos 3 horas antes de dormir).

Por fim, antes de dormir, vale evitar alimentos gordurosos, chocolate amargo, comidas apimentadas, álcool, bebidas estimulantes, bolos, pães e doces. Por isso, o ideal é escolher opções de fácil digestão e com propriedades calmantes para facilitar o sono.

Leia mais: Ficar sem jantar emagrece: Mito ou verdade?

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

dieta do ovo
Alimentação Bem-estar

Dieta do ovo 3 dias: cardápio do desafio do ovo

Já ouviu falar na dieta do ovo 3 dias? No desafio do ovo podemos consumir ovo em forma de omelete, mexido, cozido ou frito. Veja o

mãos preparando um chá de gengibre em uma bancada
Alimentação Bem-estar

Alivia enjoo, reduz cólicas e é antioxidante: benefícios do chá de gengibre

Raiz sempre foi usada por diferentes povos milenares, que acreditavam em suas propriedades medicinais