Grávida pode comer comida japonesa e beber vinho? Entenda polêmica recente

Alimentação Bem-estar Gravidez e maternidade Saúde
22 de Dezembro, 2021
Grávida pode comer comida japonesa e beber vinho? Entenda polêmica recente

“Grávida pode comer comida japonesa?” foi o questionamento de muitos seguidores nas redes sociais da beauty artist Nanda Terra, ex-participante do programa Casamento às Cegas. Recentemente, ela postou conteúdos em seu perfil nos quais comia comida oriental e bebia vinho, o que levantou a discussão.

Nanda Terra anunciou a gestação no último 15 de dezembro. Ela e o pai Mack David, de quem ficou noiva em um episódio de reencontro do programa, ainda não sabem o sexo do bebê.

grávida pode comer comida japonesa

No dia seguinte ao acontecimento, a influencer veio à público se defender. “Ontem eu fui no japa, sim, eu fui. Eu tenho acompanhamento médico, o que eu posso comer, o que eu não posso, tem uma listinha”, disse.

“E claro que eu posso comer, sim, comida japonesa, desde que seja de muito boa procedência. Também posso tomar um vinho, tudo com equilíbrio. Então fiquem tranquilas que eu não estou fazendo nada que não seja permitido e que não seja saudável para a vida desse baby”, completou. “Sei que vocês me amam e sou muito grata por isso. Vocês são muito importantes”, finalizou Nanda.

Leia também: Alimentos que grávidas devem evitar consumir

Afinal, grávida pode comer comida japonesa?

Você já deve ter ouvido por aí que o hábito é proibido para as futuras mamães. Mas a verdade é que depende da situação: o que vale é saber a procedência do que vai ser ingerido para evitar intoxicações, em especial se os alimentos forem consumidos crus, como é comum na culinária oriental.

Isso porque peixes, lagostas, camarões, lulas e todos os outros frutos do mar, quando contaminados e mal preparados, podem causar infecções e consequências graves para a mãe e para o bebê. Por isso, se a grávida realmente tiver dúvidas quanto ao armazenamento e ao preparo do prato japonês, ela deve, sim, passar longe dele.

Outro ponto a se avaliar é a presença de mercúrio nos peixes. Assim, atum, robalo e garoupa, por exemplo, estão entre as espécies com maiores concentrações do metal, que em grandes quantidades prejudica a formação do sistema nervoso do feto. Dessa maneira, a orientação é que a gestante controle a ingestão desses alimentos.

Leia também: Grávida pode fazer agachamento? Entenda se é seguro

Mas e beber vinho: Pode?

No caso do vinho, por outro lado, a maioria dos especialistas é categórica: nada de álcool durante a gravidez e a amamentação. Pois, o bebê pode vir a sofrer com problemas de crescimento e até danos cerebrais se exposto à substância. Tanto que os médicos alertam para a síndrome alcoólica fetal (SAF), que se refere justamente aos defeitos que a criança pode ter relacionados ao álcool.

E não existe uma dose considerada “segura” — qualquer drink ou taça já pode trazer prejuízos. Além disso, o mesmo vale para o cigarro, viu?

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

foto do ator Tony Ramos
Saúde

Hematoma subdural: entenda quadro de Tony Ramos

Tony Ramos passou por duas cirurgias após apresentar um hematoma subdural. Segundo boletim médico, ator já tem "melhora na evolução do quadro clínico"

mulher de lado tomando um suco verde em um copo
Alimentação Bem-estar

Como comer mais fibras no dia a dia? Dicas simples

O nutriente promove saciedade, melhora o trânsito intestinal, ajuda a evitar picos de açúcar no sangue e diminui a absorção das gorduras. Veja como comer mais

foto mostra diferentes pincéis de maquiagem
Beleza Bem-estar

Pincéis e esponjas de maquiagem podem causar acne e alergias. Como higienizar?

Você já tentou de tudo, mas não consegue se livrar do aparecimento de espinhas? Já tentou lavar seus pincéis e esponjas de maquiagem?