Grávida pode fazer agachamento? Entenda se é seguro

Bem-estar Gravidez e maternidade Movimento Saúde
05 de Maio, 2021
Grávida pode fazer agachamento? Entenda se é seguro

Não é novidade que se manter em movimento durante a gestação faz bem para a mãe e para o bebê. Exercícios físicos podem, entre outros benefícios, reduzir dores e incômodos, melhorar a circulação sanguínea, controlar o ganho de peso e ajudar a dormir. Mas, uma dúvida frequente entre as gestantes é quais atividades e modalidades podem ser praticadas nesse período. Então, será que uma grávida pode fazer agachamento?

Grávida pode fazer agachamento: Verdade ou mito?

“Com supervisão, exercício é extremamente benéfico na preparação do corpo para o trabalho de parto, parto e pós-parto”, diz Amanda DeGrace, personal trainer especializada em bem-estar pré e pós-natal. Para se ter uma ideia, o Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas (ACOG) recomenda que as gestantes façam 150 minutos de atividade aeróbica por semana.

Entretanto, nem todos os exercícios são seguros durante os nove meses de gravidez. Por isso, é comum ter dúvidas sobre a segurança de certos exercícios – como agachamentos. Mas, a boa notícia é que, via de regra, grávida pode fazer agachamento na maioria das vezes. 

Agachamentos são seguros?

De acordo com a especialista, agachamentos são seguros para a maioria das grávidas. “O movimento pode ajudar a fortalecer os músculos do assoalho pélvico, por exemplo”, explica. Além disso, também melhora a mobilidade do quadril e a circulação sanguínea em todo o corpo. O que ajuda a preparar a gestante para o trabalho de parto.

Toda grávida pode fazer agachamento?

Existem contraindicações. Portanto, é indicado discutir sobre treinos com seu obstetra. Geralmente, o exercício não indicado para quem sofre de: 

  • Placenta prévia
  • Colo do útero curto
  • Insuficiência cervical
  • Lesões anteriores no joelho, quadril ou costas
  • Gestações de risco

Agachamento é seguro em todos os trimestres?

A resposta resumida é sim. Embora algumas grávidas possam achar mais difícil fazer o movimento no final do terceiro trimestre. Pois, nesse período, o centro de gravidade mudou. Assim, é necessário ter estresse adicional nas articulações da coluna vertebral.

Dessa maneira, não é uma má ideia ter companhia no treino, para o caso de perder o equilíbrio ou precisar de ajuda por algum motivo. Por fim, para ajudar a manter o equilíbrio durante os últimos trimestres, é possível adotar uma postura um pouco mais ampla ou usar uma cadeira ou mesa para suporte adicional.

Leia também: Ferro durante a gravidez: Importância e porque consumir

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

montagem com as fotos de Wagner
Saúde

Ele já fez mais de 100 doações de sangue e plaquetas: “dar um pouco da minha saúde para quem precisa”

Conheça a história de Wagner Hirata, que tem as doações de sangue e plaquetas como um de seus propósitos de vida

ator Cauã Reymond segurando um garfo e uma faca e usando um babador
Alimentação Bem-estar

Cauã Reymond mostra jantar saudável com sopa, frango e legumes

Ator compartilhou em suas redes socais o que comeu na noite de Dia dos Namorados (12/06). Confira o jantar de Cauã Reymond

neuralgia do trigêmeo
Saúde

Neuralgia do trigêmeo: doença que provoca uma das piores dores do mundo

Sintomas de doença são dores muito fortes e rápidas em apenas um lado do rosto, causando sensação de choque ou de um golpe muito forte