Derivados do coco: 4 produtos feitos com a fruta, seus benefícios e receita

26 de julho, 2021

Você sabia que uma alimentação mais saudável pode ser alcançada com simples trocas de ingredientes? Os derivados do coco são grandes aliados nessa missão. Substituir o molho de soja tradicional pelo shoyu de coco, por exemplo, ajuda a combater e a prevenir a hipertensão arterial. Isso porque a versão feita com a fruta tem menos sódio e leva alguns aminoácidos (como valina e leucina), que contribuem para a síntese proteica.

A nutricionista Tatiana Amalfi destaca que restringir algum grupo alimentar não é a melhor opção para quem busca um estilo de vida mais saudável. “Não é incomum que, quando o indivíduo começa uma dieta, ele corte alguns itens e passe a consumir somente saladas e carnes brancas. No entanto, isso é um grande equívoco, a variedade no prato é que faz a diferença”, diz a especialista.

Leia também: Água de coco: Os benefícios da bebida

Ainda de acordo com a profissional, o ideal é que o paciente aposte em um cardápio criativo, com pratos coloridos, e que inclua os exercícios físicos na rotina. “O segredo, então, é a adesão. Ou seja, garantir constância nos novos hábitos pensando a longo prazo. Por isso, comer drasticamente é um caminho errado e que pode ser prejudicial, já que a pessoa não vai conseguir manter esse tipo de alimentação por meses ou anos. O ideal é não excluir alimentos, mas sim incluir os que você não consome”, afirma Tatiana.

Hoje, é possível encontrar por aí muitos ingredientes orgânicos que são capazes de preservar as propriedades naturais dos alimentos – diminuindo aditivos e substâncias químicas que podem ser prejudiciais à saúde. Dessa forma, a partir da fruta coco, há uma ampla variedade de produtos que podem ser incluídos no dia a dia. Confira, a seguir, alguns:

Produtos derivados do coco (e seus benefícios):

Derivados do coco: Shoyu

Os fanáticos por comida oriental conhecem muito bem o molho de soja. “É muito comum consumirmos uma quantidade exacerbada dele, principalmente na hora de mergulhar o sushi. O ingrediente, entretanto, pode conter em apenas 5 ml toda a quantidade de sódio indicada para uma refeição”, explica Tatiana.

Nesse caso, é possível trocar o molho pelo shoyu de coco, que contém uma quantidade pequena da substância, já que é feito com açúcar de coco e sal rosa do Himalaia.

Derivados do coco: Farinha de coco

Uma ótima opção para os celíacos! Para quem adora bolos e pães, mas não pode consumir o glúten, a farinha de coco surge como uma saída com baixo teor de carboidrato, baixo índice glicêmico e zero glúten.

“Ela é derivada da película do fruto do coqueiro. Pode ajudar no bom funcionamento do intestino e em uma dieta de perda de peso”, destaca.

Derivados do coco: Açúcar de coco

Existe açúcar com baixo índice glicêmico? A resposta é sim! O açúcar de coco é aliado de pessoas com diabetes e de quem deseja substituir o produto extraído da cana. Ele é retirado da seiva do coqueiro e é livre de conservantes e glúten. Além disso, é rico em vitaminas e minerais.

Derivados do coco: Néctar da fruta

É muito comum colocarmos mel nas frutas e na preparação de tapiocas e panquecas, por exemplo. Mas, para isso, a nutricionista recomenda o uso do néctar de coco. “É uma opção bem interessante para quem deseja tirar o mel e outras coberturas açucaradas da dieta. Além disso, possui baixo índice glicêmico, é nutritivo”, explica Tatiana.

Leia também: Óleo de coco: benefícios que você precisa conhecer

Receita com derivados do coco: Torta de cebola

derivados do coco
Imagem ilustrativa

Não sabe como utilizar os ingredientes destacados acima? O chef Thiago Ribeiro preparou uma receita de torta de cebola para te inspirar. Confira o passo a passo abaixo.

Ingredientes da massa:

  • 1/2 xícara de farinha de coco;
  • 1/4 de xícara de farinha de castanha-de-caju;
  • 1/4 de xícara de polvilho doce;
  • Sal a gosto;
  • 1/2 xícara de manteiga;
  • 1 ovo.

Ingredientes do recheio:

  • 1 kg de cebola fatiada;
  • 3 colheres (sopa) de óleo de coco;
  • 1 colher (sopa) de açúcar de coco ou néctar de coco;
  • 3 colheres de sopa de shoyu de coco;
  • Ramos de tomilho a gosto;
  • Sal a gosto;
  • Nozes a gosto.

Modo de preparo da massa:

Em uma tigela, coloque as farinhas, o sal e a manteiga e misture. Adicione o ovo e sove bem até formar uma massa lisa e homogênea. Em seguida, embale em plástico filme e deixe descansar por no mínimo 20 minutos na geladeira. Forre a forma com a massa, retirando todo o excesso da borda, e faça alguns furos no fundo. Depois, asse por 15 minutos. Coloque o recheio pronto. Por fim, leve ao forno novamente a 180°C por 5 minutos.

Leia também: Dieta do óleo de coco: O que é, como fazer e cardápio

Modo de preparo do recheio:

Fatie a cebola finamente. Em uma panela antiaderente e grande, aqueça o óleo de coco com o açúcar de coco, e assim que o açúcar derreter, adicione as cebolas e doure até murchar. Adicione o shoyu de coco e acerte o sal, mas continue refogando até secar bem o molho. Em seguida, adicione o recheio na massa da torta moldada e já assada, levando ao forno novamente. Por fim, decore com ramos de tomilho fresco e nozes na hora de servir.

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.