Páscoa: como encaixar o ovo de chocolate na dieta?

Alimentação Bem-estar
06 de Abril, 2023
Páscoa: como encaixar o ovo de chocolate na dieta?

Com a chegada do feriado, muitas pessoas têm dificuldade de manter uma alimentação saudável devido à grande variedade de chocolates disponíveis — e outras delícias típicas da época, é claro. Assim, diante de tanta oferta, surge a dúvida: como encaixar o ovo de Páscoa na dieta? Veja algumas dicas a seguir:

Afinal, como encaixar o ovo de Páscoa na dieta? Priorize boas opções de chocolate

De acordo com a nutricionista clínica do São Cristóvão Saúde, Danielle de Paula Scaldelai Ferreira, os chocolates com maior teor de cacau são os mais indicados.

“O fruto do cacau é um alimento com diversos benefícios, Ele carrega os chamados compostos bioativos, entre eles os flavonoides. Ao serem ingeridos, desempenham atividades anti-inflamatória e antioxidante em nosso corpo, contribuindo para a circulação sanguínea, a saúde cardiovascular, o combate ao envelhecimento celular precoce, além de auxiliarem na melhora do nosso humor”, comenta.

Isso sem falar que quanto mais amargos, menos açúcar, gordura e leite eles provavelmente terão. O que diminui bastante o teor calórico (ótimo para quem está em uma dieta para perder peso, por exemplo).

De acordo com a especialista, a única diferença significativa entre as opções caseiras e industriais, do ponto de vista nutricional, refere-se ao tipo de chocolate utilizado. A nutricionista destaca algumas classificações de chocolates, que podem ser encontradas nas embalagens de ovos de Páscoa ou nas barras usadas em preparos artesanais:

  • Chocolate fracionado: tem a massa de cacau substituída parcialmente pela gordura vegetal, como o óleo de palma;
  • Chocolate hidrogenado: a massa de cacau é substituída por gordura vegetal hidrogenada, conhecida como gordura trans, que é prejudicial para a saúde cardiovascular;
  • Teor de cacau: corresponde ao nível de cacau no produto. O chocolate ao leite, por exemplo, tem uma menor concentração de cacau quando comparado ao meio amargo.

Além disso, ainda no caso das versões caseiras, é fundamental considerar comprar de produtores já conhecidos e que mantenham boas práticas de higiene — isso minimiza o risco de contaminação. Verifique também o prazo de validade do alimento e não compre nada que esteja com a embalagem violada.

Leia também: Páscoa: Saiba os prós e contras do consumo de chocolate

Priorize o equilíbrio

Para aqueles que estão em processo de reeducação alimentar e buscam manter uma dieta saudável na data, a nutricionista da Magrass, Carolina Martins, explica que é importante trabalhar a questão psicológica do autocontrole. A dica, então, é separar o chocolate em porções pequenas e consumir quando realmente sentir vontade, sem exageros.

Ademais, outra alternativa é guardar parte dos chocolates para preparar novas receitas. “Lembre-se que equilíbrio é um ato de amor com você mesmo. E que apesar das tentações, é preciso lembrar os motivos pelos quais você começou esses novos hábitos e os objetivos que quer alcançar”, finaliza a nutricionista Carolina.

Fontes:

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

ator Cauã Reymond segurando um garfo e uma faca e usando um babador
Alimentação Bem-estar

Cauã Reymond mostra jantar saudável com sopa, frango e legumes

Ator compartilhou em suas redes socais o que comeu na noite de Dia dos Namorados (12/06). Confira o jantar de Cauã Reymond

personal ajudando aluno a fazer o exercício crucifixo inclinado na academia
Bem-estar Movimento

Crucifixo inclinado: como fazer corretamente para evitar dores

A posição do banco no crucifixo inclinado faz com que o exercício enfatize bem os músculos do peitoral. Confira o passo a passo

criança nadando na piscina
Bem-estar Movimento

Crianças podem (e devem) fazer natação no inverno!

Prática deve ser contínua mesmo no frio, pois aumenta imunidade e o gasto calórico. Veja os benefícios da natação no inverno para as crianças!