Carbofobia: Medo irracional de consumir carboidratos não é saudável

Alimentação Bem-estar
15 de Fevereiro, 2022
Carbofobia: Medo irracional de consumir carboidratos não é saudável

Carbofobia. O termo já existe há algum tempo, mas recentemente voltou a ser discutido após um episódio envolvendo o participante do BBB 22, Arthur Aguiar. A influencer fitness e esposa do brother, Maíra Cardi, fez uma brincadeira nas redes sociais ao ver seu marido comendo pão na casa. Em tom de ironia, ela disse que se sentia “traída”, e que todo o trabalho para esculpir o corpo do amado teria sido em vão — tudo por causa do alimento, que é rico em carboidratos.

Fontes de energia e essenciais para o corpo humano, os carboidratos são frequentemente excluídos da dieta de quem procura emagrecer. Contudo, o sentimento de terror criado em relação ao macronutriente não é considerado um hábito saudável, e pode até trazer alguns prejuízos para a saúde. Entenda tudo sobre a carbofobia:

Leia também: Tirar o miolo do pão deixa o alimento menos calórico? Confira

Afinal, carboidrato engorda?

Os carboidratos são do time dos macronutrientes, nutrientes que precisamos em maiores quantidades e que são facilmente absorvidos pelo organismo, assim como as proteínas e as gorduras.

Eles são formados por moléculas de carbono, oxigênio e hidrogênio, e possuem dois papéis bem importantes. O primeiro é fornecer energia para o organismo em forma de glicose. Ou seja, os carboidratos são combustíveis aos quais o organismo recorre para continuar trabalhando, porque são de rápida absorção. Além disso, integram alguns tipos de células.

A polêmica envolvendo os carboidratos e o ganho de peso é um pouco mais complexa do que parece. Isso porque alguns tipos (especialmente os encontrados em produtos industrializados e açucarados) podem sim favorecer o acúmulo de gordura e até alterar alguns indicadores da nossa saúde, mas se consumidos em excesso.

Por outro lado, aqueles de absorção lenta (cereais integrais, alguns legumes e frutas) evitam picos de insulina no sangue. Dessa forma, conferem mais saciedade e produção de energia por mais tempo.

Ou seja, os carboidratos são essenciais para nós e não necessariamente engordam. Desde que façam parte de uma alimentação saudável e composta por outros macronutrientes em quantidades adequadas.

Leia também: Dieta de Arthur Aguiar no BBB 22 acende alerta para fome emocional

O que é a carbofobia e por que ela é perigosa?

Reduzir o consumo de carboidratos e aumentar o de proteínas e de gorduras boas geralmente consiste em uma estratégia válida para quem quer diminuir alguns números na balança. Mas isso não significa que é expressamente proibido comer um pãozinho recém-saído do forno de vez em quando, ou então aproveitar uma fatia de pizza com os amigos.

Essa ideia de que os carboidratos são nossos eternos inimigos, pelo contrário, pode trazer prejuízos tanto para a saúde mental quanto para a física. Isso porque muitos podem associar a ingestão de carboidratos ao sentimento de culpa extrema, pontapé inicial para o surgimento de transtornos alimentares como bulimia, anorexia e ortorexia (preocupação exagerada com a dieta e os exercícios físicos).

Sem contar que dietas radicais sem o acompanhamento profissional podem causar deficiências nutricionais. A longo prazo, elas não são sustentáveis, e também podem contribuir para um ciclo de compulsão/restrição nada bom.

Portanto, o ideal é procurar um nutricionista. O profissional poderá indicar para você as porções ideais de cada macronutriente de acordo com o seu objetivo, para que você possa ter uma alimentação prazerosa e sem terrorismos nutricionais!

Leia também: Mudar a alimentação pode aumentar a longevidade em até 13 anos

Descubra seu peso ideal. É grátis! Saiba se seu peso atual e sua meta de peso são saudáveis com Tecnonutri.
cm Ex. 163 kg Ex. 78,6

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

benefícios da banana
Alimentação Bem-estar Saúde

Quais são os benefícios da banana para a saúde? Veja lista e receitas saudáveis

A banana é amiga do intestino, além de ser eficiente na prevenção de cãibras. Veja outros benefícios da fruta!

horário para treinar
Bem-estar Movimento Saúde

Estudo revela melhor horário para pessoas com obesidade treinaram

O estudo da Universidade de Sidney identificou benefícios do treino noturno para a saúde do coração

Chás pré e pós-treino
Alimentação Bem-estar

Chás pré e pós-treino: veja as melhores opções

O chá é a segunda bebida mais consumida mundialmente, depois da água, sendo o Brasil um dos maiores consumidores. De acordo com um balanço da Euromonitor