Biocosméticos: o que são, tipos e diferenças

Beleza Bem-estar
02 de Setembro, 2022
Biocosméticos: o que são, tipos e diferenças

Há alguns anos, a preocupação com o meio ambiente aumentou consideravelmente. Afinal, o desmatamento e as mudanças climáticas preocupam a todos ao redor do mundo. Pensando nisso e em cuidar do planeta em primeiro lugar, antes de si, surgiram os biocosméticos.

Abaixo, confira tudo sobre esse tipo de produto, também conhecido como cosméticos ecológicos. 

O que são biocosméticos?

Para explicar com propriedade sobre os biocosméticos, nós conversamos com o Thiago Martins, biomédico, mestre em medicina estética, professor de cursos livres e pós-graduação, além de criador do método Harmonização Corporal®.

O especialista explica que biocosmésticos são produtos que têm, em sua fórmula, substâncias naturais ou orgânicas, como extratos de plantas, e que não recorrem aos ingredientes industrializados. 

“Eles passam por critérios rigorosos de produção, respeitando o meio ambiente desde a seleção da matéria-prima até o momento em que chega ao consumidor final”, comenta o biomédico. 

Como identificar corretamente?

Em meio a tantos produtos que se dizem politicamente corretos em relação ao meio ambiente, como identificar um biocosmético corretamente?

A dica do Thiago Martins para não se enganar é fazer a checagem do rótulo: “ele não deve conter em sua fórmula ftalatos, parabenos, BHA, silicones, álcool, parafinas e derivados do petróleo, além de não serem testados em animais”, destaca. 

Além disso, o especialista lembra que os selos de identificação também podem ajudar a distinguir um biocosmético verdadeiro de um cosmético tradicional. 

Sendo assim, antes de comprar um produto, veja todos os ingredientes descritos no rótulo. 

Tipos de biocosméticos 

Existem diferentes classificações de biocosméticos que podem ser encontrados nas prateleiras de produtos de beleza. 

Segundo o biomédico, as opções disponíveis são:  

  • Biocosméticos orgânicos: são aqueles que contêm 95% ou mais de matérias-primas orgânicas;
  • Biocosméticos naturais: são os que possuem no mínimo 95% de matérias-primas e que não contêm, em sua fórmula, componentes como Parabenos, Petrolatos, Triclosan, Mercúrio, Óleo mineral, Hidroquinona, PEGs, Imidazolidinyl Urea, Diazolidinyl Urea, Lauril Sulfato de Sódio, Lauril Éter Sulfato de Sódio, BHA, BHT e Silicone;
  • Biocosméticos veganos: são aqueles que não possuem nenhuma matéria-prima de origem animal;
  • Biocosméticos cruelty-free: são aqueles produtos que não são testados em animais em seu processo de fabricação;
  • Cosméticos biodinâmicos: são orgânicos, livres de químicos e respeitam o ciclo natural da matéria-prima, considerando desenvolvimento da planta, fases da lua ou estação do ano. 

Quais os benefícios?

De acordo com Thiago Martins, um dos primeiros benefícios da utilização dos biocosméticos é o consumo consciente e sustentável, além das preocupações com as questões ecológicas. 

“Eles são biodegradáveis e livres de componentes danosos para o meio ambiente, já que não usam elementos químicos ou agrotóxicos, e ainda trazem inúmeros benefícios para a saúde, não agredir a pele, por exemplo”, enfatiza.  

Além disso, esse tipo de cosmético ecológico possui suas fontes de matéria-prima provenientes da natureza, diminuindo o risco de alergias

“Também são ricos em nutrientes, vitaminas e óleos vegetais, fazendo bem para a saúde da pele e do cabelo”, acrescenta o especialista. 

Os biocosméticos são bons para a saúde do organismo?

Sem dúvidas, a utilização dos biocosméticos entrega inúmeros benefícios à pele e para o nosso organismo, já que há uma diminuição da carga química sobre a saúde.

Sabemos que os produtos químicos utilizados na produção dos cosméticos são absorvidos pela microcirculação sanguínea presente na nossa pele, couro cabeludo e cabelo. 

Sendo assim, os produtos químicos presentes na nossa corrente sanguínea, por meio dos cosméticos, podem chegar aos nossos órgãos causando intoxicação e somatizando doenças.

Dessa forma, usar biocosméticos livres de ingredientes químicos é mais uma vantagem na hora de cuidar da nossa saúde e do nosso organismo.

Existem contraindicações de uso?

O biomédico lembra que, independentemente de ser um produto limpo, é importante saber se o paciente tem sensibilidade a algum componente da fórmula presente no biocosmético. 

“Uma alergia, por exemplo, já é o suficiente para torná-lo contraindicado para alguém. Por isso a importância em consultar um especialista para identificar o tipo de pele e o tratamento mais indicado e eficaz”, reforça. 

Além disso, em alguns casos específicos, algumas substâncias vegetais presentes nesse tipo de cosmético são contraindicadas para a exposição solar.

Sendo assim, embora seja um produto considerado seguro para uso na pele e no cabelo, é muito importante se consultar com um profissional antes de incluir os biocosméticos na rotina de cuidados. 

Gestantes podem utilizar?

Sabemos que as gestantes se preocupam ainda mais com os cosméticos utilizados durante a gestação.

Por isso, é importante saber o que um dermatologista pensa a respeito do uso dos biococométicos nos meses gestacionais. 

O Thiago Martins lembra que os biocosméticos são produtos com substâncias naturais ou orgânicas, como extratos de plantas: “mesmo assim, é importante que a gestante faça uma consulta com um especialista antes de aplicar qualquer produto na pele ou couro cabeludo”, recomenda. 

Além disso, geralmente, a informação sobre a permissão do uso de determinados cosméticos para as gestantes consta na embalagem do produto.

Crianças podem utilizar biocosméticos?

Por fim, o especialista consultado faz a mesma recomendação para as crianças que às gestantes. 

“Por ter grande poder de absorção, é fundamental que os responsáveis leiam o rótulo para seguir o passo a passo de utilização e, antes de qualquer coisa, buscar orientação profissional para saber se a criança está apta ou não a utilizá-lo”, indica o biomédico.

Portanto, os biocosméticos devem ser utilizados com precaução e após verificar a informação de segurança na embalagem do produto.

Além disso, é essencial buscar orientação de um especialista antes de iniciar o uso de qualquer produto para a pele ou cabelo.

Biocosméticos caseiros

Existem algumas opções de receitas caseiras e cursos de biocosméticos na internet, mas é preciso ter muito cuidado com esse tipo de produto. 

Afinal, não é possível saber se a mistura dos ingredientes existentes na composição desses produtos é segura e traz resultados. 

Aliás, esses produtos feitos em casa não possuem certificados de qualidade nos rótulos das embalagens. Portanto, o ideal é consultar um profissional e pedir a recomendação de biocosméticos seguros e eficazes. 

Fonte: Thiago Martins, biomédico, mestre em medicina estética, professor de cursos livres e pós-graduação, além de criador do método Harmonização Corporal®.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

poke é saudável
Alimentação Bem-estar

Poke é saudável? Veja dicas na hora de consumir

Veja dicas de alimentos que não vão interferir no seu objetivo, seja emagrecer ou ganhar massa magra

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas