Coceira no couro cabeludo: o que é e como tratar

Saúde
21 de Outubro, 2022
Coceira no couro cabeludo: o que é e como tratar

Cuidados com os cabelos são sempre importantes e, principalmente, cotidianos. No entanto, vira e mexe podem surgir desconfortos, como coceira no couro cabeludo

Por que sentimos coceira no couro cabeludo? 

De acordo com a médica tricologista Dra. Luciana Passoni, as coceiras no couro cabeludo não são comuns. Aliás, importante notar que o ato de coçar a cabeça, em si, já é problemático. Isso porque as unhas podem fazer um “buraco” e permitir a entrada de possíveis bactérias presentes no couro cabeludo, levando à inflamação da pele – a chamada foliculite capilar. 

“Mas a coceira no couro cabeludo pode ter inúmeros fatores, como por exemplo: ansiedade ou estresse, infecções fúngicas, dermatite seborreica, piolhos ou alergias. Além disso, ela também pode vir com outros sintomas como vermelhidão, sensibilidade, descamação ou irritação da pele”, explica. 

Para a médica, a coceira pode ser um sinal de alerta para condições como a dermatite, presença de fungos ou os próprios piolhos. Por isso, é sempre válida a investigação acompanhada de um dermatologista ou tricologista. Dessa forma, além do correto diagnóstico, também é possível fazer o correto tratamento, garantindo uma recuperação mais rápida e o retorno dos cabelos e do couro cabeludo à saúde completa. 

Leia também: Cabelos no verão: Cuidados essenciais para ter com os fios

Quais são os possíveis tratamentos? 

“O tratamento da coceira no couro cabeludo pode ser feito às vezes com medidas simples. Como evitar lavar os cabelos com água muito quente, ou usar shampoos suaves que não agridam a pele do couro cabeludo”, explica a Dra. Luciana. “Em alguns casos podem ser necessários o uso de shampoos medicamentosos indicados pelo médico dermatologista para orientação e o tratamento específico do que está causando a coceira no couro cabeludo.”

Outra boa notícia é que é possível evitar que as coceiras voltem. Uma dica é, durante o inverno, evitar a água quente do chuveiro e lavar os cabelos com água morna e um shampoo suave, além de evitar ficar no banho por mais de 5 a 10 minutos. Tudo isso, somado, evita a remoção da oleosidade da pele e o ressecamento do couro cabeludo. 

Leia também: Cuidados com os cabelos durante e depois dos treinos

Além disso, mantenha o cabelo e o couro cabeludo sempre bem limpos e secos. Também é fundamental retirar bem o shampoo e o condicionador durante o banho, evitar dormir com os fios molhados e evitar a ingestão em excesso de álcool e alimentos gordurosos.

Fonte: Dra. Luciana Passoni, médica tricologista.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Transplante de rim
Saúde

Transplante de rim: órgão doado faz falta? Quem pode doar? Entenda

Indicado para pessoas com doença renal crônica, transplante do novo órgão permite que o corpo volte a filtrar e eliminar líquidos e toxinas

Endometriose e saúde mental
Bem-estar Equilíbrio Saúde

Endometriose e saúde mental: como cuidar de si mesma?

Desconfortos podem causar uma série de desafios emocionais, por isso é importante cuidar da saúde mental

Que horas o mosquito da dengue mais pica
Saúde

Que horas o mosquito da dengue mais pica?

Veja quais são os principais horários e como se prevenir da doença