Comer batata verde e com brotos faz mal? Descubra

Alimentação Bem-estar
20 de Abril, 2022
Comer batata verde e com brotos faz mal? Descubra

Imagine a cena: você vai preparar uma batata assada no forno, mas quando pega o saco, percebe que ela está verde e com brotos. O que você faz, come mesmo assim? Saiba que essa não é a melhor opção, já que o ato pode causar sintomas gastrointestinais nada agradáveis. Entenda:

Pode comer batata verde e com brotos?

O ideal é não consumir a batata verde, e sim descartá-la. Isso porque o tubérculo, quando exposto à luz e ao calor por muito tempo, pode ficar esverdeado e gerar pequenos brotos (justamente nos pontinhos mais escuros que ficam na casca). O processo faz, também, com que as concentrações de clorofila e de solanina aumentem.

A clorofila é um pigmento verde que dá cor às folhas e às algas e tem ação antioxidante em nosso organismo. A solanina, por outro lado, funciona como uma espécie de “defesa” do alimento contra insetos e parasitas, e pode causar sintomas de intoxicação alimentar (mal-estar, enjoos, vômito, diarreia e dor abdominal, por exemplo) se ingerida em excesso.

Algumas pessoas são mais sensíveis à solanina, e poderão sofrer com os efeitos nada agradáveis do composto mesmo se retirarem as partes esverdeadas e com brotos e comerem o restante do tubérculo. Por isso, a indicação é descartar a unidade inteira (mas que ainda pode ser reutilizada na produção de adubo caseiro).

O caso mais famoso de contaminação por batata verde ocorreu em 1979, na Inglaterra, e foi publicado na revista científica BMJ Case Reports. Na época, quase 80 crianças foram intoxicadas pelo alimento e algumas delas precisaram de até seis dias para a completa recuperação. Os sintomas apareceram entre quatro e 14 horas após a ingestão do tubérculo, e alguns pacientes chegaram a apresentar crises de convulsão. Contudo, após uma semana, todos estavam bem.

Leia também: Receita de batata recheada com legumes

Como conservar batatas corretamente?

Para evitar desperdiçar as suas batatas, é importante saber como armazená-las corretamente. Seguindo as dicas a seguir, elas podem durar de quatro a seis semanas! Confira:

  • Armazene-as em um local escuro e fresco: os raios UV do sol danificam o alimento e aceleram o processo de amadurecimento;
  • Você pode colocar as suas em um saco de pano ou papel, por exemplo;
  • Vale, além disso, deixá-las em um recipiente com tampa para que elas não fiquem em contato com o ar.

E se você pensou em guardar o item na geladeira, melhor esquecer a ideia. A luz do aparelho faz com que a batata oxide rapidamente. Sem contar que pode transformar o amido da sua composição em açúcar.

Contudo, se o seu alimento já estiver cozido, aí sim é válido refrigerar. Mas lembre-se de deixá-lo esfriar por completo antes de armazenar na geladeira ou no congelador. Isso porque o vapor emitido torna o ambiente propício para o aparecimento de bactérias.

Link útil: Caso de intoxicação por batata verde em crianças inglesas.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Chás pré e pós-treino
Alimentação Bem-estar

Chás pré e pós-treino: veja as melhores opções

O chá é a segunda bebida mais consumida mundialmente, depois da água, sendo o Brasil um dos maiores consumidores. De acordo com um balanço da Euromonitor

Lapsos de memória
Bem-estar Equilíbrio Saúde

Lapsos de memória: 8 principais fatores e como evitá-los

Rotina sobrecarregada, estresse e noites maldormidas são algumas das causas

Quando mudar a rotina de skincare
Beleza Bem-estar

Rotina de skincare: quando mudar os produtos? Dermatologista explica

Segundo a dermatologista, apesar da percepção, a pele continua se beneficiando da rotina