Amido de milho faz mal? Saiba tudo sobre o ingrediente

Alimentação Bem-estar
15 de Março, 2022
Amido de milho faz mal? Saiba tudo sobre o ingrediente

Derivado do milho, o amido é um tipo de farinha muito utilizado para engrossar caldos, molhos e cremes. Apesar de ser proveniente de um cereal muito nutritivo, ele não possui muitas vitaminas e minerais em sua composição. Além disso, é um alimento processado e industrializado e, por isso, perde pontos na tabela nutricional. Por outro lado, ele pode funcionar como um substituto em receitas para pessoas celíacas, já que não contém glúten. Mas, afinal, amido de milho faz mal ou é possível ingeri-lo sem preocupações?

Uma porção de 100g do alimento é composta por 86,3g de carboidratos, 0,64g de proteínas, 0,3g de gorduras, 0,74g de fibras, além de outros componentes como cálcio, ferro, sódio e magnésio — em poucas quantidades.

A parcela de carboidratos presente no amido de milho é bem grande em comparação às dos outros nutrientes. Justamente por ser considerado um carboidrato refinado, ele peca em diversas vitaminas e minerais. Tais condições colaboram para um aumento do índice glicêmico, fator diretamente relacionado ao ganho de peso.

Entretanto, quando utilizado em pequenas quantidades, o amido de milho não faz mal. Por ser um alimento barato, acessível e não possuir glúten, ele se mostra uma opção interessante para deixar a receita com a consistência mais cremosa. Por outro lado, ele não é um bom substituto da farinha de trigo, utilizada em maiores quantidades em receitas de pães, bolos, tortas, etc. Ou seja, consuma com moderação e, quando utilizá-lo, busque adicionar outros ingredientes mais nutritivos. 

Como substituir

Caso você procure um substituto que cause os mesmos efeitos nas receitas, mas que seja mais saudável, existem algumas alternativas. Veja:

Benefícios do amido de milho

O amido de milho é muito utilizado para outros fins além da alimentação. Os adeptos às receitas de beleza caseiras costumam ter o ingrediente como um aliado. De acordo com Patrícia Mafra, dermatologista e membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o amido de milho funciona como um ótimo potencializador dos efeitos da máscara hidratante no cabelo.

Apesar de não conseguir penetrar nos fios quando usado isoladamente, ele intensifica os efeitos positivos dos produtos já aplicados nas mechas. Em relação à frequência, a especialista explica: “se os cabelos estiverem muito ressecados ou danificados, pode fazer uma vez por semana. Se não for esse o caso, pode fazer a cada 15 dias para manter a saúde dos fios.”

No entanto, assim como na alimentação, o amido de milho deve ser usado com moderação nos cabelos. “O excesso de uso de amido de milho pode gerar acúmulo de resíduos e piorar quadros de caspa (dermatite seborreica)”, ressalta.

Além disso, o ingrediente também ajuda a retirar manchas de roupas. O molho de tomate, por exemplo, pode ser retirado por meio da aplicação de uma colher de sopa de amido misturada com três colheres de água morna.

Por absorver bastante umidade, o amido também pode ser utilizado para desodorizar sapatos e prevenir infecções nos pés (como o pé de atleta, causado pelo excesso de umidade, que facilita a proliferação de fungos).

Leia também: Farinha de maracujá: Para que serve, benefícios e como consumir

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

foto de um prato colorido com legumes, salada e grãos
Alimentação Bem-estar Receitas

Encontrar receitas vegetarianas é difícil para você? Veja 20 opções!

Aqui na Vitat, você consegue encontrar inúmeras opções de receitas vegetarianas para variar o seu cardápio. Separamos algumas, confira!

5 benefícios da banana
Alimentação Bem-estar

5 benefícios da banana para os atletas

Liberação gradual de energia e recuperação muscular são alguns dos benefícios. Veja outros!