Farinha de coco: Conheça os benefícios e saiba como usar

27 de abril, 2020

A farinha de coco é uma alternativa à farinha de trigo (farinha branca) e, devido às ricas propriedades, tem ganhado cada vez mais popularidade. Ainda, ela é uma opção livre de glúten

O processo de refinamento da farinha branca é o grande responsável pelos problemas causados por ela. Pois, é na fase de industrialização que parte dos nutrientes é perdido, já que o trigo é separado da casca e do gérmen, deixando apenas o endosperma do grão. Ele também sofre diversos processos que acabam distanciando o vegetal dos seus valores nutricionais originais, tornando-o um conhecido vilão do emagrecimento. 

Feita a partir da polpa do coco (a parte branca) quando seca, a farinha de coco é frequentemente comparada a outras farinhas sem glúten, como amêndoa, avelã, amaranto e grão-de-bico. Embora todas sejam ricas em nutrientes, seus perfis nutricionais variam bastante. Então, a escolha por qual utilizar depende do seu objetivo.

Características da farinha de coco

Notavelmente, possui 2 a 3 vezes mais fibra do que essas outras farinhas sem glúten. Também tem sabor mais suave e uma alternativa potencial às farinhas de amêndoa e avelã para quem é alérgico a nozes.

Seguidores de dietas com baixo consumo de carboidratos, como a low carb e a cetogênica, devem apostar nessa versão. Assim, ela ajuda a impedir que o açúcar no sangue aumente e mantém o apetite sob controle. Porém, como é superabsorvente, você não pode substituí-la individualmente por outras farinhas. Portanto, o ideal é procurar receitas que listem especificamente a farinha de coco.

Por 3 colheres de sopa de porção: 90 calorias, 3 g de gordura (0 g saturada), 9 g de carboidratos, 1 g de açúcar, 0 mg de sódio, 8 g de fibra, 15 g de proteína.

Benefícios da farinha de coco

Ajuda a controlar o açúcar no sangue

Um dos principais benefícios proporcionados pela farinha de coco é o melhor controle do nível de açúcar no sangue. Ou seja, o controle da concentração de glicose no sangue. Isso se deve às fibras de sua composição, que desaceleram a velocidade com que o açúcar se espalha pela corrente sanguínea.

Leia também: Tipos de farinhas sem glúten

Facilita a digestão

Ainda devido às fibras, facilita o processo da digestão, prevenindo a constipação (prisão de ventre), por exemplo. Basicamente, é repleta de fibras solúveis e de ação fermentadora, o que é extremamente benéfica para a saúde do intestino.

Leia mais: Melhores substitutos para a farinha de trigo

Fortalece a imunidade

Por possuir ácido láurico, muitas infecções são prevenidas. Afinal, esse ácido gorduroso ajuda a promover a produção de monolaurina, que age basicamente como um exterminador de bactérias. Sendo assim, é possível que o consumo dessa farinha fortaleça o sistema imunológico e previne que doenças e infecções atinjam o organismo. 

Como consumir a farinha de coco

  • Sobremesas diversas e doces saudáveis;
  • Pães, pizza e bolos;
  • Farofa.

Leia também: Farinha de maracujá: Benefícios e como consumir

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo