Banho frio causa gripe? Saiba se é mito ou verdade

Saúde
25 de Março, 2022
Livia Yume Tanizaki
Revisado por
Nutricionista • CRN-3 45492
Banho frio causa gripe? Saiba se é mito ou verdade

Provavelmente você já foi alertado que tomar banho frio faz mal para a gripe. Mas afinal, será que esse é mais um mito que ronda a doença, assim como tomar cachaça para curá-la ou comer canja de galinha para acelerar a recuperação? Descubra agora se banho frio causa gripe e em quais situações ele é recomendado.

Leia mais: Razões para se vacinar contra a gripe, segundo especialistas

Afinal, banho frio causa gripe?

A afirmação de que tomar banho frio faz mal para a gripe é mais um mito sobre a doença. Vale lembrar que a gripe é causada por um vírus, o que significa que uma pessoa só fica doente se entrar em contato com ele, o que não acontece ao tomar um banho gelado.

Além de tudo, não há comprovação científica de que banho frio faz mal para a gripe. Também não há nada que indique que traz benefícios. Porém, apesar do banho frio não piorar um quadro de gripe, pode causar desconforto para a pessoa doente. 

Isso porque o banho gelado pode acentuar problemas respiratórios. O frio pode, por exemplo, paralisar os cílios nasais – que têm a função de limpar o ar que respiramos – e, assim, aumentar a secreção nasal. Com as vias aéreas mais secas e congestionadas, ou até inflamadas, o corpo fica menos protegido de vírus e bactéria oportunistas, o que pode deixar o caminho livre para o desenvolvimento de uma infecção.

Nesse caso, o mais indicado é, na verdade, um banho quente. Isso porque o vapor ajuda a reduzir a obstrução nasal, popularmente conhecido como nariz entupido. Isso porque o ar quente e úmido, ao ser inalado, auxilia a abrir as cavidades nasais e a desobstruir o nariz, que é um dos sintomas mais comuns da gripe.

Recomendação em casos de febre alta

Em alguns casos, o banho frio pode, inclusive, ser um parceiro no combate à gripe. Por exemplo, pessoas com febre muito alta e que não cede mesmo após tomar um antitérmico. Nesses casos, uma ducha gelada auxilia a reduzir a temperatura corporal. 

No entanto, aqui vale uma ressalva: o banho de água morna ou fria não deve ser tomado quando a febre ainda está baixa. Isso porque quando a água fria entra em contato com o corpo, ela “rouba” calor do mesmo. Dessa forma, se um indivíduo com febre baixa usa essa medida de forma precipitada, pode acabar “mascarando” uma febre maior que estaria por vir e impedindo o tratamento imediato.

No entanto, vale ressaltar que em casos de febre alta, ou seja, ultrapassando 37,8 graus, o recomendado é tomar um antitérmico. O banho frio é indicado quando a febre ultrapassa os 38 graus. Assim, o banho impede que a febre fique muito alta e cause um mal-estar significativo ao paciente.

Tomar banho quente e sair no frio faz mal para a gripe?

Esse é mais um mito sobre a gripe. Assim como no caso do banho frio, esse “choque térmico” não causa, tampouco piora a gripe. Novamente, a única causa para a gripe é o vírus da Influenza. Além disso, apenas o fato de tomar banho quente e sair no frio não piora o quadro. No entanto, isso pode provocar algum desconforto, como aumento nos calafrios, mas sem consequências duradouras.

Veja também: Agende aqui a sua vacina contra a gripe

Sobre o autor

Fernanda Lima
Jornalista e Subeditora da Vitat. Especialista em saúde

Leia também:

profissional de saúde segurando um DIU no pós-parto
Gravidez e maternidade Saúde

DIU no pós-parto: como funciona, quando colocar e cuidados

Com alta eficácia, o DIU no pós-parto oferece uma solução prática para o planejamento familiar após uma gestação.

Como manter a saúde digestiva no inverno?
Saúde

Como manter a saúde digestiva no inverno? 7 dicas para os meses mais frios

Confira sugestões compartilhadas por gastrocirurgião e nutricionista de como garantir o bom funcionamento do aparelho digestivo nos meses mais frios do ano

Silvio Santos e H1N1
Saúde

Silvio Santos é internado com H1N1. Como prevenir?

O apresentador de 93 anos, está internado com H1N1, uma mutação do vírus da gripe. Entenda mais sobre a doença.