Vitaminas antioxidantes: quais são e o que fazem no corpo

Alimentação Bem-estar Saúde
01 de Setembro, 2023
Vitaminas antioxidantes: quais são e o que fazem no corpo

As vitaminas antioxidantes tem o poder de neutralizar os radicais livres e evitar o estresse oxidativo. Na prática, isso significa que elas são aliadas ao combate do envelhecimento e podem evitar o surgimento de doenças e também contribui para a proteção da pele. A seguir, conheça quais são as vitaminas antioxidantes e como incorporá-las na sua rotina. 

Veja também: Por quanto tempo devo tomar vitamina D?

Quais são as vitaminas antioxidantes e como elas agem no corpo?

O termo “antioxidante” engloba substâncias que possam neutralizar os radicais livres que podem causar danos ao DNA, às membranas celulares e outros componentes celulares, como explica a nutricionista Patrícia Alves.

Mas vale ressaltar que os radicais livres não são vilões. Na verdade, essas moléculas produzidas pelo organismo combatem microrganismos responsáveis por causar infecções e gripes. No entanto, o excesso de radicais livres pode afetar a saúde, já que eles podem agir sobre as células saudáveis, causando o estresse oxidativo. 

A seguir, confira quais são essas vitaminas e seus atributos, além da ação antioxidante:

  • Vitamina A: importante para a visão, crescimento celular e saúde da pele.
  • Vitamina C: antioxidante vital, apoia o sistema imunológico e a síntese de colágeno.
  • Vitamina D: regula cálcio e fósforo, fundamental para ossos saudáveis.
  • Vitamina E: antioxidante lipossolúvel, protege as células e as membranas celulares.
  • Vitamina K: crucial para a coagulação sanguínea e saúde óssea.

Fique atento:

Segundo o Ministério da Saúde, estudos mais recentes também vêm mostrando que a Vitamina A age como antioxidante (combate os radicais livres que aceleram o envelhecimento e estão associados a algumas doenças).

Porém, recomenda-se cautela no uso de vitamina A, uma vez que, em excesso, ela também é prejudicial ao organismo. Assim, em relação à aquisição desses benefícios, o recomendado é o consumo de betacaroteno, obtido pela alimentação, também conhecido como provitamina A.

Onde encontrar as vitaminas antioxidantes?

Patrícia explica que os alimentos são a principal fonte de antioxidantes. Além disso, as plantas estão cheias de compostos conhecidos como fitoquímicos — literalmente, “produtos químicos vegetais”— muitos dos quais também parecem ter propriedades antioxidantes. Confira a seguir, como encontrar as fontes de vitaminas:

Vitamina A (betacaroteno)

Boas fontes de betacaroteno são frutas e vegetais de folhas verdes escuras e amarelo-laranja. No corpo, o betacaroteno é convertido em vitamina A. Exemplos de alguns alimentos ricos em betacaroteno incluem:

  • Cenouras
  • Abobrinha italiana
  • Couve galega
  • Espinafre
  • Batatas doces

Vitamina C 

  • Laranja média 
  • Pimenta verde crua 
  • Morango
  • Mamão em cubos 
  • Pimenta vermelha 
  • Brócolis

Vitamina D

Obs: A vitamina D pode ser encontrada na alimentação apenas em baixas quantidades. Portanto, vale reforçar que a principal forma de obtê-la é via exposição solar, já que o corpo produz a vitamina de forma natural através dos raios solares.

Vitamina E 

  • Óleo de girassol 
  • Sementes de girassol
  • Amêndoas 
  • Avelãs
  • Amendoim 
  • Farelo de cereal 
  • Gérmen de trigo 

Vitamina K 

  • Espinafre
  • Brócolis
  • Agrião
  • Couve
  • Acelga
  • Mostarda

Vitaminas antioxidantes e prevenção de doenças

As vitaminas antioxidantes também desempenham um papel importante na proteção de doenças. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (NCI), a vitamina C pode proteger contra o câncer da cavidade oral, estômago e esôfago e também pode reduzir o risco de desenvolver cânceres do reto, pâncreas e colo do útero. Também conhecida como ácido ascórbico, a vitamina C pode fornecer proteção contra o câncer de mama e pulmão.

A vitamina E é essencial para que o corpo funcione corretamente. A vitamina E ajuda a construir glóbulos vermelhos e normais, além de funcionar como um antioxidante. Pesquisas estão encontrando evidências de que a vitamina E pode proteger contra o câncer de próstata e colorretal.

O betacaroteno, por exemplo, também conhecido como vitamina A, pode ajudar a diminuir o risco de desenvolver câncer. De acordo com a American Cancer Society, esse nutriente pode prevenir certos cânceres, melhorando os glóbulos brancos em seu sistema imunológico. Os glóbulos brancos trabalham para bloquear os radicais livres que saem das células.

“Comer alimentos ricos ajuda a diminuir o risco de desenvolver câncer de estômago, pulmão, próstata, mama, cabeça e pescoço. No entanto, mais pesquisas são necessárias antes que uma recomendação definitiva sobre o consumo de betacaroteno possa ser feita”, complementa Patrícia. 

Excesso de vitaminas antioxidantes é contraindicada 

A quantidade recomendada de subsídio dietético (RDA) para vitamina C foi recentemente aumentada para 75 miligramas por dia para mulheres e 90 miligramas por dia para homens. No caso de fumantes, recomenda-se aumentar sua ingestão de vitamina C para 100 miligramas por dia. A sobredosagem com betacaroteno não é recomendada.

“Grandes doses podem fazer com que a pele fique amarelo-alaranjada, uma condição chamada carotenose. A alta ingestão de betacaroteno em forma de suplemento pode realmente causar câncer de pulmão em pessoas em risco, como fumantes”, explica a nutricionista. 

Por fim, a indicação recomendada para vitamina E é de 15 miligramas por dia. O limite superior adulto para vitamina E é de 1.000 miligramas por dia.

Fonte: Patrícia Alves Soares Lara, nutricionista especialista em oxidologia e bioquímica celular, com aperfeiçoamento em medicina biomolecular, regenerativa e anti-aging. Sócia-fundadora da Clínica Soloh de Nutrição.

Sobre o autor

Tayna Farias
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em gravidez e maternidade

Leia também:

criança com prisão de ventre deitada no sofá com a mão na barriga, sentido dor
Saúde

Prisão de ventre em crianças: sintomas, causas e tratamento

Desconforto abdominal, fezes ressecadas e barriga inchada são alguns dos principais sintomas

mulher praticando chutes em um ringue com seu treinador
Bem-estar Movimento

Kickboxing: tudo o que você precisa saber sobre a modalidade

O esporte de combate desarmado em pé que combina técnicas de soco e chutes

casal mais velho apaixonado em um jardim
Saúde

Melhora dos escapes de xixi e mais saúde sexual: benefícios da fisioterapia pélvica na menopausa

A fisioterapia pélvica pode ajudar a aliviar alguns sintomas típicos da menopausa