Viajar de avião com bebês: A partir de qual idade é permitido?

Gravidez e maternidade Saúde
28 de Dezembro, 2021
Viajar de avião com bebês: A partir de qual idade é permitido?

Quem já viajou ou teve que viajar de avião com bebês pode ter ficado com algumas dúvidas a respeito dos cuidados a serem tomados. Entenda:

A partir de qual idade o bebê pode viajar de avião?

De acordo com a pediatra Sandi Sato, da Maternidade Brasília, não existe uma idade mínima para a criança viajar de avião. A própria Sociedade Brasileira de Pediatria explica que recém-nascidos saudáveis podem entrar em cabines pressurizadas. Ademais, eles tendem a tolerar bem o trajeto — com exceção de poucos casos.

“Mas nós recomendamos que, se houver necessidade de viajar com um bebê de menos de três meses, o responsável converse com o pediatra para traçarem um melhor plano para o pequeno”, ela diz.

Quanto ao máximo de horas recomendadas, é a mesma coisa: não existe um tempo indicado para o pequeno ficar dentro do avião. “Contudo, se o período for muito grande, é preciso avaliar a necessidade de pausas.”

Além disso, os pais podem solicitar atendimento preferencial (por viajarem com crianças menores de 12 anos), embarcando e desembarcando antes dos outros passageiros, bem como sentando na primeira fileira.

Leia também: Ômega-3 para gestantes e lactantes: Conheça os benefícios

Viajar de avião com bebês: Onde o pequeno deve ficar?

Crianças menores de dois anos podem viajar no colo dos pais — mas o ato não é muito recomendado devido ao risco de acidentes e traumatismos. O ideal, mesmo, é comprar um assento individual para o bebê. E providenciar uma cadeirinha própria para a idade (geralmente, a companhia aérea não possui essa opção).

Outros cuidados

Os responsáveis não devem deixar de dar atenção à alimentação do pequeno. Isso porque o voo pode ser muito longo, levantando a necessidade de um lanchinho ou até uma refeição completa.

“Para evitar cólicas, opte por alimentos mais leves e que não aumentem os gases, uma vez que a viagem já provoca o aumento dos mesmos”, explica a especialista.

Por fim, com relação aos incômodos no ouvido por conta da pressão da cabine, a pediatra acalma: ela não é prejudicial ao organismo do pequeno, e os aviões já contam com tecnologias para amenizar esse desconforto. “Se ele ficar inquieto, ofereça o peito (se a amamentação é exclusiva), algum líquido ou até mesmo a chupeta.”

Leia também: Atividade física após a gestação: Benefícios da prática

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

foto do ator Tony Ramos
Saúde

Hematoma subdural: entenda quadro de Tony Ramos

Tony Ramos passou por duas cirurgias após apresentar um hematoma subdural. Segundo boletim médico, ator já tem "melhora na evolução do quadro clínico"

corrida
Bem-estar Movimento Saúde

Como proteger garganta e ouvidos na corrida durante o inverno

É necessário tomar os devidos cuidados para proteger garganta e ouvidos durante a corrida no inverno. Saiba mais!

doação de óvulos qualidade dos óvulos
Gravidez e maternidade

É possível melhorar a qualidade dos óvulos de uma mulher?

O DNA dos óvulos que uma mulher libera ao longo da vida forma-se antes mesmo do nascimento dela. Mesmo assim, é possível melhorar a qualidade dos