Pular carnaval gasta quantas calorias? Saiba mais

21 de janeiro, 2022

Você sabia que pular carnaval é uma ótima maneira de queimar calorias? Essa época costuma ser marcada por festas e muita curtição. Mas se engana quem pensa que a folia é apenas para fugir da dieta.

Isso porque ao pular carnaval você pode gastar cerca de 300 a 800 calorias por hora. Sem contar os músculos trabalhados durante os movimentos: pernas, glúteos e abdômen. Imagina pular, correr, descer até o chão e seguir o trio elétrico por horas e dias seguidos?

No entanto, é fundamental tomar os devidos cuidados antes de pular carnaval. Evite abusar do álcool e ingerir alimentos como frituras e doces em excesso. O ideal é andar com uma garrafinha de água para se hidratar, fazer refeições leves, além de usar calçados e roupas confortáveis.

Dessa maneira, veja quantas calorias você pode gastar com cada atividade:

Pular carnaval: acompanhar o trio elétrico

Geralmente, diversas pessoas optam por acompanhar o trio elétrico no carnaval. Fazer isso pode queimar de 200 a 800 calorias por conta da energia gasta através dos saltos e palmas constantes.

Leia também: Brincadeiras de carnaval para fazer com as crianças

Pular carnaval: sambar

Se você gosta de sambar, saiba que a dança pode queimar até 600 calorias em uma hora. Assim, a atividade aeróbica ajuda a melhorar a capacidade respiratória, a flexibilidade e o equilíbrio. Além disso, trabalha os músculos posteriores como panturrilha, coxas e glúteos.

Axé

Já dançar axé por uma hora queima cerca de 450 a 600 calorias. Também é uma ótima forma de fortalecer as coxas, glúteos, braços e abdômen. 

Desfilar na avenida

Para desfilar na avenida é necessário ter muita energia. Afinal, carregar uma fantasia não é nada fácil. Ao desfilar por uma hora você pode queimar entre 650 e 800 calorias. 

Blocos de rua

Pular carnaval em blocos de rua costuma ser a folia favorita de muitas pessoas. Essa atividade pode queimar 450 e 600 calorias durante uma hora. 

Mas é importante utilizar tênis que possuem amortecimento e não usar calçados abertos, para evitar problemas como pisões.

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.