Diabetes pode causar perda de sensibilidade da pele?

Saúde
24 de Março, 2022
Diabetes pode causar perda de sensibilidade da pele?

Dentre as diversas consequências do diabetes está a perda de sensibilidade da pele. A princípio, o grande responsável pela sequela é a glicemia. “As taxas elevadas da glicemia prejudicam a irrigação dos vasos pequenos que nutrem a pele, que se tornam inflamados”, explica Denise Reis Franco, endocrinologista da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia – (SBEM-SP).

Veja também: Diabetes tipo 1: sintomas, causas e tratamento da doença

Como o diabetes provoca a perda de sensibilidade da pele

Segundo Denise, o comprometimento dos vasos sanguíneos causa diversas consequências para a pele, inclusive para a nutrição do órgão. Principalmente para os nervos, cuja função é dar a sensibilidade, tem seu papel afetado se estiver embebido de glicose, condição chamada neuropatia.

Dessa forma, é reduzida a capacidade de sensibilidade da pele e, com o tempo, o indivíduo pode sentir formigamento, dor até perder a sensibilidade por completo. “Pessoas que têm a glicemia descompensada por muito tempo por falta de controle podem até sofrer lesões na pele sem sentir dor”, alerta. De acordo com a especialista, pés e pernas são as primeiras regiões do corpo que perdem a sensibilidade por causa da neuropatia. No entanto, a complicação também pode afetar outras partes do corpo.

Dicas para evitar a neuropatia

Quem tem diabetes deve manter os pés sempre hidratados e fazer um autoexame para detectar possíveis ferimentos que passaram despercebidos. Além disso, a glicemia descompensada pode causar maior proliferação de fungos na pele, que causa as frieiras e micoses, já que a pele estará mais seca e atrófica.

Em caso de diabetes tipo 1, outra recomendação é alterar a região de aplicação da insulina. Geralmente quem aplica o hormônio todo dia pode criar uma inflamação contínua na pele e uma cicatrização diferente, que impacta a capacidade de absorção adequada da insulina. Logo, o controle glicêmico pode ser prejudicado e causar a descompensação do diabetes.

Fonte: Denise Reis Franco, endocrinologista da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia – Regional São Paulo (SBEM-SP).

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

chá para dor de garganta
Alimentação Bem-estar Saúde

7 chás para dor de garganta (e como preparar)

Quando o assunto é garganta inflamada, uma prática comum é a preparação de bebidas quentes.

Inchaço ou gordura
Alimentação Bem-estar Saúde

Inchaço ou gordura: como diferenciar?

A maneira mais fácil de descobrir é notar a rapidez com que eles ocorrem, além da localização no corpo. Entenda

edema articular
Saúde

Edema articular: o que é, causas e tratamentos

O edema, habitualmente, não é uma doença, mas uma das manifestações de uma outra doença