Como manter a higiene bucal em viagens?

Saúde
01 de Dezembro, 2022
Como manter a higiene bucal em viagens?

Se uma dor de dente já é incômoda, ela pode ser um problema muito maior quando acontece longe de casa. Por isso, é essencial manter bons hábitos de higiene bucal em viagens: cuidar dos dentes evita transtornos e gastos desnecessários para quem está em outra cidade — ou até outro país!

A seguir, a cirurgiã-dentista Kátia Blume dá algumas dicas:

Faça um check-up odontológico

Antes da viagem, marque uma consulta com o seu dentista de confiança para um check-up completo. “O profissional investigará possíveis problemas na gengiva, cáries, placas bacterianas e dores de dente, por exemplo”, explica a especialista.

Lembre-se de fazer isso com certa antecedência (isto é, algumas semanas antes de embarcar). Desse modo, dá tempo de realizar o tratamento adequado caso seja necessário.

Invista em um bom kit de viagem

Não vá contando com os produtos oferecidos no hotel — previna-se e leve o seu próprio kit de higiene bucal. Assim, você também consegue escolher itens de qualidade.

De acordo com a cirurgiã-dentista, creme dental, escova de dentes (com cerdas macias), fio dental e enxaguante bucal não devem faltar na mala.

Leia também: Como a saúde bucal influencia na saúde emocional

Tente escovar os dentes após as refeições

Muitas vezes, os compromissos de uma viagem são tantos que fica difícil arranjar tempo para escovar os dentes, não é mesmo? Contudo, é essencial tentar manter o hábito pelo menos três vezes ao dia, ou depois das principais refeições.

“Ficar sem escovar os dentes pode levar a uma inflamação na gengiva — e não fazer isso antes de dormir é ainda pior. Durante o sono, a quantidade de saliva diminui, deixando a boca seca. Aí, há a reprodução acelerada de bactérias, o que pode levar à formação de placas, cárie ou problemas gengivais”, alerta a profissional.

A ordem correta da higiene bucal é a seguinte:

  • Passar o fio dental;
  • Escovar os dentes;
  • Limpar a língua;
  • Finalizar a limpeza com um enxaguante recomendado pelo dentista.

E se mesmo com os cuidados, a dor de dente aparecer?

Imprevistos acontecem. Pode ser que você tenha tomado todos os cuidados citados acima, mas mesmo assim não conseguiu escapar da temida dor de dente. E agora, o que fazer? O primeiro passo é não entrar em pânico.

Se o incômodo estiver muito intenso, a especialista afirma que é possível fazer uso de analgésicos para aliviar a dor momentaneamente. Em seguida, ligue para o seu dentista. Ele poderá dar as orientações corretas e indicar (ou não) a ida a um profissional no local onde você está.

Fonte: Dra Kátia Blume (CRO: 17988), cirurgiã-dentista especialista em odontologia estética.

Leia também:

montagem com as fotos de Wagner
Saúde

Ele já fez mais de 100 doações de sangue e plaquetas: “dar um pouco da minha saúde para quem precisa”

Conheça a história de Wagner Hirata, que tem as doações de sangue e plaquetas como um de seus propósitos de vida

neuralgia do trigêmeo
Saúde

Neuralgia do trigêmeo: doença que provoca uma das piores dores do mundo

Sintomas de doença são dores muito fortes e rápidas em apenas um lado do rosto, causando sensação de choque ou de um golpe muito forte

Reynaldo Gianecchini
Saúde

Reynaldo Gianecchini revela diagnóstico de doença autoimune

A síndrome de Guillain Barré causa fraqueza e dificuldades para mover os braços e as pernas