Esteira ou bicicleta: Qual emagrece mais?

14 de julho, 2021

Esteira ou bicicleta: eis a questão! Se você é fã das sessões de cardio, provavelmente já deve ter se perguntado qual dos equipamentos é o melhor para emagrecer. A verdade é que a resposta varia de acordo com o seu objetivo — e o seu nível de condicionamento físico —, mas os dois podem proporcionar muitos benefícios. Entenda melhor a seguir:

Para queimar calorias

Se fôssemos comparar a mesma intensidade de treino, a esteira sairia ligeiramente na frente. Isso porque, nela, você geralmente movimenta o corpo todo, e não somente os membros inferiores, como é o caso da bike.

Leia também: Fazer spinning afina ou engrossa as pernas?

Contudo, por exigir um pouco mais da parte cardiorrespiratória, quem a utiliza geralmente começa com caminhadas leves, o que diminui a queima calórica. Portanto, seja na esteira ou na bicicleta, quantas calorias você gasta vai depender da intensidade que você coloca na sua sessão.

Esteira ou bicicleta: Vantagens de cada uma

“Os principais benefícios da esteira e da bicicleta são a promoção do condicionamento físico, a melhora do sistema cardiorrespiratório e a queima calórica”, diz a profissional de educação física Ingred Menezes.

Leia também: Bicicleta: Pedalar na rua ou na academia?

Além disso, cada uma tem as suas vantagens próprias. A esteira, como já dito, é uma ótima opção para movimentar o corpo inteiro. Já a bike, por outro lado, fortalece os músculos da perna e do glúteo, sem contar que por ser de baixo impacto, diminui o risco de dores e lesões — desse modo, é mais indicada para iniciantes ou pessoas com sobrepeso.

Como intensificar um treino na esteira ou na bicicleta: HIIT

E o melhor: você não precisa passar horas na esteira ou na bicicleta para perder peso. Em 20 minutos, a personal garante que é possível atingir o objetivo: basta adotar a estratégia do HIIT!

O treino HIIT (High Intensity Interval Training) ganhou notoriedade em programas de treinamento para o emagrecimento, e não é para menos. Afinal, nele você intercala estímulos de alta intensidade (em que eleva bastante a frequência cardíaca) com pequenos intervalos de recuperação (seja descansando ou fazendo algum movimento mais leve).

Leia também: Dicas do que comer depois da aula de HIIT

Isso diminui o tempo do treino, mas aumenta o gasto calórico. Então, se quiser adotar o HIIT na esteira ou na bicicleta, tente:

  • Na esteira: Intercalar momentos de corrida com momentos de caminhada;
  • Na bicicleta: Variar tiros e giros mais tranquilos.

Como as sessões costumam ser bem intensas, vale tomar alguns cuidados. Como aquecer sempre, respeitar os limites do seu corpo, ter a supervisão de um profissional e não realizar o HIIT em dias seguidos (deixe um dia de descanso para a recuperação do corpo).