Dicas do que comer depois da aula de HIIT

Bem-estar Movimento
25 de Junho, 2020
Dicas do que comer depois da aula de HIIT

O treino de HIIT (High Intensity Interval Training) ganhou notoriedade entre quem deseja emagrecer, e não é para menos. Combinar movimentos de alta intensidade, em que se chega a quase perder o fôlego, com pequenos intervalos de descanso é uma estratégia valiosa para secar as gordurinhas. 

Você não precisa ir à academia e nem de equipamentos para executar os exercícios, pois o treino pode ser feito em casa. Além disso, a prática também é ideal para quem tem pouco tempo. Uma boa sessão de 30 minutos com estímulos fortes e descansos estratégicos é o suficiente para melhorar o condicionamento físico e ganhar uma silhueta mais sequinha. 

O que comer depois da aula de HIIT?

Para quem pratica a modalidade é importante associá-la à alimentação correta. Assim, bastecer o corpo após o treino com os tipos certos de nutrientes ajuda no reparo e crescimento muscular, além de repor as energias de maneira correta. Portanto, é indicado se alimentar de 60 a 90 minutos após o treino HIIT. Pois isso fornece aos músculos o que eles precisam para repor adequadamente as reservas de glicogênio.

Confira sugestões do que comer: 

Ovos

Ovo é um dos melhores para comer depois da aula de HIIT. Pois eles são uma potência de nutrição, com uma quantidade significativa de proteínas e gorduras saudáveis ​​- cerca de 7 gramas e 5 gramas, respectivamente, por unidade. Além disso, também são considerados uma fonte de “proteína completa”. Isso significa que eles contêm todos os nove aminoácidos essenciais, que foram associados ao auxílio na recuperação muscular.

Eles ainda são fonte de vitaminas do complexo B, que podem ajudar na produção de energia. Ideias para incorporar ovos no lanche incluem:

  • Em uma salada com atum e espinafre;
  • Cozido com uma pitada de sal e pimenta;

Leia também: HIIT: Aula curta e intensa para queimar gordura

Frutas vermelhas

Blueberries, framboesa, amora e outras frutas dessa família são repletas de fibras, vitaminas, proteínas e antioxidantes. Todas as formas de exercício causam algum tipo de estresse oxidativo ou um desequilíbrio entre os radicais livres do corpo. Portanto, é importante incluir alimentos ricos em antioxidantes no cardápio. 

Além disso, comer frutas vermelhas no pós-treino está associado a um tempo de recuperação muscular mais acelerado. Elas podem ser consumidas:

  • Na forma de smoothies e sucos batidos;
  • Misturadas no iogurte integral;

Abacate

A fruta é rica em magnésio, um mineral excelente para a recuperação muscular. O abacate também contém 14% do valor diário de potássio recomendado, o que ajuda a regular o equilíbrio de fluidos e controlar a atividade elétrica do coração e de outros músculos.

Da mesma forma, é fonte de folato e vitaminas C, K e B-6, todos anti-inflamatórios que ajudam a reduzir a inflamação no corpo que pode ser causada pelo estresse induzido pelo exercício. Maneiras de incluí-lo no cardápio: 

  • Com ovos mexidos;
  • Na torrada;
  • Batido;
  • Puro.

Leia também: Abacate: benefícios para a saúde e como incluir na dieta

Vegetais de folhas verde-escuras

Vegetais como couve, espinafre, rúcula e agrião são fontes de vitaminas, minerais e fibras, além de ter poucas calorias. Da mesma maneira, essas folhas são abundantes em antioxidantes e podem ajudar a minimizar os radicais livres que podem ser liberados durante o treinamento HIIT. Sendo assim, você pode comer as folhas verde-escuras:

  • Em forma de suco verde;
  • Salteadas com azeite;
  • Na salada;
  • Acompanhada de massa integral;
  • Com proteína como filé de peixe ou frango

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

poke é saudável
Alimentação Bem-estar

Poke é saudável? Veja dicas na hora de consumir

Veja dicas de alimentos que não vão interferir no seu objetivo, seja emagrecer ou ganhar massa magra

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas