Erros ao fazer salada: veja ingredientes que “engordam” o prato

Alimentação Bem-estar
19 de Maio, 2023
Erros ao fazer salada: veja ingredientes que “engordam” o prato

A salada é essencial para quem está seguindo uma dieta, seja para emagrecer ou ter uma alimentação mais saudável. Quando existe a dificuldade de comer folhas e vegetais, a dica é sempre incluir outros ingredientes para deixar a combinação mais saborosa. No entanto, muita gente comete alguns erros ao fazer a salada na tentativa de deixá-la atraente ao paladar.

Como resultado, a salada ganha mais calorias, o que pode impactar no contexto do emagrecimento. A seguir, veja os equívocos mais comuns.

Veja também: Afinal, quanto de proteína consumir para ter mais músculos?

Erros ao fazer salada: exagerar nas fontes de gordura

Quando a salada é o menu principal, é sempre bom acrescentar outros grupos de nutrientes, como a gordura. Em conjunto com as fibras, naturalmente presentes nos vegetais folhosos e legumes, a dupla promove saciedade por mais tempo.

Contudo, um dos grandes erros ao fazer a salada é justamente esse: adicionar diversas fontes de gordura para incrementar o sabor. Por exemplo:

  • Extrapolar no azeite (um fio do óleo é o suficiente).
  • Colocar alimentos fritos na salada, como frango e peixe.
  • Incluir uma grande porção de oleaginosas, como nozes, castanhas e amêndoas. O ideal é consumir em poucas quantidades (um punhado pequeno), pois elas costumam ser calóricas e gordurosas.

Escolher queijos muito calóricos 

É fato que o queijo dá um toque especial à salada. Entretanto, certos tipos são altamente calóricos e precisam de moderação. O parmesão é um deles — então, se for o seu favorito, limite a duas colheres de sopa sobre o prato. Uma dica para acertar na seleção de queijos leves é observar a cor. Quanto mais amarelo o queijo for, mais gorduroso ele será.

Anote as alternativas que vão bem com a salada: ricota, queijo minas, tofu (“queijo” de soja) e cottage. Ah, vale verificar a tabela nutricional do queijo, sobretudo se você estiver em déficit calórico.

Temperar com molhos e produtos industrializados

Embora sejam práticos, os molhos e temperos prontos têm algumas desvantagens. Geralmente eles são ricos em sódio e outras substâncias que podem ser prejudiciais à saúde. Dependendo do tipo de molho, pode ser fonte de gordura, o que “engorda” a salada.

Dessa forma, opte por temperos naturais (ervas, especiarias, alho e limão, por exemplo) e molhos caseiros. No começo, o paladar pode estranhar se estiver acostumado com os industrializados, mas os benefícios da troca valem a longo prazo!

Como fazer da salada uma refeição completa

Aposte nas folhas como base

As saladas são versáteis e há uma infinidade de opções para variar o cardápio. Os ingredientes mais indicados podem mudar de acordo com o gosto pessoal.

Mas, de modo geral, recomenda-se sempre um mix de folhas (alface crespa ou lisa, rúcula, agrião, espinafre, acelga). Além das folhas, quinoa, grão-de-bico e outras leguminosas são boas opções para incrementar a base da salada.

Adicione vegetais e legumes crus

Em seguida, é hora de adicionar os seus vegetais e legumes favoritos. Eles são verdadeiros superalimentos, muito ricos em vitaminas, minerais e antioxidantes, em especial os flavonoides. Os vegetais crucíferos, como o brócolis, são recomendados, pois além de saborosos, são muito nutritivos.

Não se esqueça da proteína

Por fim, uma refeição completa não pode deixar de contar com uma fonte de proteína, seja vegetal ou animal. Em resumo, além de ser um dos três macronutrientes mais importantes para a saúde, a proteína promove e prolonga a sensação de saciedade. Frango, peixe, lentilha, feijões e tofu são bons exemplos.

 

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

poke é saudável
Alimentação Bem-estar

Poke é saudável? Veja dicas na hora de consumir

Veja dicas de alimentos que não vão interferir no seu objetivo, seja emagrecer ou ganhar massa magra

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas