Como entender a tabela nutricional dos alimentos

Alimentação Bem-estar
15 de Junho, 2020
Como entender a tabela nutricional dos alimentos

Entender a tabela nutricional dos alimentos pode parecer um desafio, mas não é uma tarefa tão complicada. Em resumo, os quadros nutricionais impressos nas embalagens são responsáveis por informar ao consumidor quais os nutrientes, propriedades e calorias estão presentes no produto em questão. Por isso, é sempre importante estar atento para cada detalhe.

Leia também: Como montar uma lista de compras saudável

Como entender a tabela nutricional dos alimentos

Basicamente, um quadro nutricional deve conter informações como: calorias, quantidade de carboidratos (inclusive açúcares adicionados), proteínas, gorduras (totais, saturadas e insaturadas), sódio, fibras e, por vezes, vitaminas.

  • Calorias – determina a quantidade de energia que aquele alimento pode oferecer;
  • Carboidratos – fonte de energia;
  • Proteínas – macronutriente essencial para os músculos e para a saúde cardiovascular;
  • Gorduras – as gorduras totais representam toda a gordura encontrada no alimento. As gorduras saturadas são de origem animal e as insaturadas são divididas em dois tipos e são fonte de ácidos graxos, como o ômega-6;
  • Sódio – quantidade de sal;
  • Fibras – carboidratos complexos excelentes para a saúde e funcionamento do intestino.

Leia também: Gordura saturada e insaturada: Qual a diferença

Não só, demais nutrientes podem ser indicados na tabela. Por exemplo, as vitaminas contidas no alimento, a presença de gordura trans, de outros sais minerais (além do sódio) e o colesterol total.

Porém, você deve se atentar para interpretar corretamente o tamanho da porção considerada pelo fabricante – que costuma ser apenas parte do conteúdo total da embalagem.

Por exemplo, você pode se animar achando que uma barra de chocolate tem apenas 135 calorias, conforme especificado na tabela nutricional, sem se dar conta de que esse valor corresponde a apenas 25 gramas (4 quadradinhos e não a barra toda). 

Ainda, as tabelas também devem conter porcentagens que representam quanto aquelas quantidades representam na ingestão diária. Conhecida pela sigla IDR, a Ingestão Diária Recomendada, representa a quantidade de macronutrientes (carboidratos, proteínas e gorduras) e micronutrientes (minerais e vitaminas) que deve ser consumida diariamente a fim de atender às necessidades nutricionais da maior parte dos indivíduos. Também, as porcentagens podem ser indicadas como “V.D%” (valor diário).

Leia mais: De quantas calorias eu preciso por dia? Descubra

Sobre o autor

Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo

Leia também:

poke é saudável
Alimentação Bem-estar

Poke é saudável? Veja dicas na hora de consumir

Veja dicas de alimentos que não vão interferir no seu objetivo, seja emagrecer ou ganhar massa magra

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas