Como montar uma lista de compras saudável

24 de abril, 2020

Nunca se falou tanto sobre a importância de se adotar uma alimentação equilibrada como durante a quarentena. E, uma lista de compras saudável pode ser uma arma poderosa para quem deseja ter mais saúde e manter a imunidade lá em cima. Ela ajuda a fazer escolhas mais conscientes e estimula o processo de cozinhar. 

“O ato de cozinhar é um grande aliado da qualidade de vida e permite que o repertório de novos sabores possa ser ampliado pelo contato com diferentes alimentos”, observa Clarissa Hiwatashi Fujiwara, nutricionista, mestre em ciências pela USP e membro do Nutrition Science (NutS). 

Clarissa afirma que ir ao mercado com uma lista de compras saudável elaborada antes de sair de casa ainda contribui para ter maior planejamento e foco, além de reduzir o período longe de casa e exposto. “Você inclui somente o que realmente precisa, o que também evita desperdícios de eventuais alimentos não consumidos e gastos financeiros desnecessários”. 

Na hora das compras, a dica é seguir a lista e evitar circular muitas vezes pelos corredores, principalmente os das guloseimas. Para resistir aos impulsos, não vá ao supermercado com fome. 

Leia também: Dieta da longevidade: O que comer para viver mais e melhor

Assim, no caso dos produtos menos perecíveis, como congelados, alguns itens de mercearia e produtos de higiene e limpeza, a compra pode ser feita por mês. Já o recomendado para opções de hortifrúti e laticínios é comprar semanalmente conforme o consumo da casa. 

Dicas para montar sua lista de compras saudável

  • Organize sua geladeira e despensa. Assim, você consegue visualizar o que está faltando e pode criar uma lista mais certeira. Aproveite para checar os prazos de validade dos itens armazenados.
  • Tente pensar em um cardápio semanal. Com isso, você sabe os ingredientes que vai precisar, gerencia melhor o seu tempo na cozinha e mantém uma alimentação mais saudável e equilibrada.
  • Priorize alimentos frescos e coloque o mínimo possível de industrializados na sua lista. Inclua sempre vegetais, frutas e legumes.
  • Tenha uma rotina de compras – seja semanal ou mensal. Isso evita múltiplas visitas ao supermercado – o que pode levar a compras por impulso, maior consumo de industrializados e gastos extras.
  • Divida a lista em categorias: alimentos secos, alimentos frescos, bebidas, laticínios, carnes, congelados, limpeza e higiene pessoal. Dessa forma, quando estiver no supermercado, você evita repassar a lista inteira a todo momento e economiza tempo nos corredores.

Leia também: Dieta alcalina reduz o risco de contrair o novo coronavírus?

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.