Disgeusia: o que é, sintomas, tratamentos e causas

Saúde
14 de Abril, 2022
Disgeusia: o que é, sintomas, tratamentos e causas

Um dos sintomas que ficou conhecido por caracterizar a presença de Covid-19 na população nos últimos anos foi a perda do paladar, mesmo que parcial em alguns casos. Porém, não é somente a doença que é capaz de causar essa alteração, cujo nome usado pelos médicos é disgeusia.

Pacientes que são diagnosticados com esse problema de saúde podem deixar de sentir de forma parcial ou total o gosto dos alimentos. Assim, perdendo a sensibilidade do paladar. 

Tipos de disgeusia 

Atualmente, é possível citar cinco tipos de disgeusia, sendo que cada uma delas é classificada de acordo com a parte afetada do paladar do indivíduo:

  • Fantogeusia: faz com que o paciente sinta, de forma constante, um gosto amargo na boca.
  • Hipogeusia: altera a capacidade de sentir o gosto da comida e outras nuances de sabor, como doce e salgado.
  • Hipergeusia: o paciente possui uma maior sensibilidade nos sabores dos alimentos, podendo ter sensações de alimentos “muito salgados” ou “muito doces”.
  • Parageusia: o paciente apresenta a troca dos sabores, muitas vezes não sendo capaz de identificar o sabor daquele alimento que está mastigando.
  • Além disso, ageusia: o paciente deixa de sentir gosto.

Causas e sintomas

A disgeusia pode ser ocasionada por vários fatores. Entre eles, o tratamento oncológico com quimioterapia ou radioterapia, resfriados, infecções nasais, faringite, sinusite,  diabetes descompensada, problemas nas glândulas salivares, alguns tipos de medicamentos (como captopril e penicilina), deficiências vitamínicas como de zinco e de vitamina B12, tabagismo e, mais recentemente, a Covid-19.

Mas, quanto aos sintomas, eles incluem a perda do paladar, diminuição do gosto dos alimentos, alteração da sensibilidade da região bucal e a mudança na percepção dos sabores da comida. 

Diagnóstico e tratamento para disgeusia

Para identificar um caso de disgeusia, normalmente avalia-se por meio de exames clínicos, anamnese ou testes mais específicos a situação de cada paciente. Assim, um acompanhamento com uma equipe multidisciplinar auxilia na identificação da causa da doença.

Uma vez que o problema de saúde é diagnosticado, o tratamento vai depender da etiologia. Contudo, em pacientes com câncer que estão em processo de quimioterapia e radioterapia, pode ser necessária uma alteração na frequência, por exemplo.

Para os tabagistas, a indicação do tratamento seria relacionada a largar o vício, com auxílio psicológico. Ainda assim, na maioria dos casos, o retorno do paladar é gradativo. Ele costuma voltar após o indivíduo não estar mais debilitado por conta de outras doenças.

Leia também: Memória gustativa: Como nosso cérebro reconhece os alimentos

Prevenção 

Para prevenir que a disgeusia se torne frequente, é importante seguir uma alimentação saudável com fontes de vitamina C como laranja, limão, acerola, ente outros alimentos cítricos, que ajudam no combate de radicais livres.

Por fim, é importante também optar pelo consumo de alimentos antioxidantes como cebola, alho e linhaça. Além disso, praticar atividade física para contribuir com a prevenção.

Fonte: Dra. Bianca Gonçales de Oliveira, nutricionista da Clínica CliNutri. Graduada em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo, técnica em nutrição e dietética pelo Centro Paula Souza e especialista em Nutrição Oncológica pelo Centro Universitário São Camilo.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

selfie do ex-jogador de vôlei, Tande
Saúde

Tande, do vôlei, sofre infarto e é internado em hospital

Tande, ex-jogador da seleção brasileira de vôlei, revelou ter tido 98% de entupimento em uma de suas veias e sofrido um infarto

benefícios da banana
Alimentação Bem-estar Saúde

Quais são os benefícios da banana para a saúde? Veja lista e receitas saudáveis

A banana é amiga do intestino, além de ser eficiente na prevenção de cãibras. Veja outros benefícios da fruta!

horário para treinar
Bem-estar Movimento Saúde

Estudo revela melhor horário para pessoas com obesidade treinaram

O estudo da Universidade de Sidney identificou benefícios do treino noturno para a saúde do coração