Como manter a dieta voltando ao trabalho presencial

21 de janeiro, 2022

Muita gente conseguiu fazer boas mudanças na alimentação durante a pandemia. Isso porque com o modelo de home office, ficar o dia todo em casa permitiu que as pessoas preparassem as próprias refeições e controlassem melhor o cardápio. Mas e agora que as empresas estão reabrindo os seus escritórios: como manter a dieta voltando ao trabalho presencial?

Quem dá as dicas é a nutricionista Dayse Paravidino:

Como manter a dieta no trabalho

Pense no seu objetivo

A gente sabe que pode ser difícil dizer não para o convite de almoço dos colegas, ou passar longe dos quitutes da copa… Por isso, escreva bilhetinhos motivadores e cole-os em lugares visíveis. Dessa forma, sempre que uma tentação aparecer, os recados lembrarão você do propósito maior.

“Uma coisa que pode dificultar a dieta é a falta de compromisso. Mas lembre-se: a comida não vai sozinha para a boca!”, aconselha a especialista. Apesar de as exceções fazerem parte da rotina de vez em quando, é a constância que trará os resultados desejados.

Dieta no trabalho: Leve marmitas de casa

Levar o próprio almoço evita exageros no restaurante. De acordo com Dayse, marmitas mais “secas” facilitam o manuseio e o transporte dos recipientes. “Carnes grelhadas, cozidas e assadas são saborosas e garantem mais saciedade. Por outro lado, massas à base de farináceos poderão aumentar a fome em pouco tempo.”

Leia também: Como voltar ao escritório depois da pandemia?

Aposte em lanchinhos saudáveis

Cenoura crua em tiras, pequenas porções de frutas (morangos, framboesas, cerejas, ameixas, pêssegos, maçãs, melancia) e mix de castanhas e nozes (sem açúcar, é claro) são ótimas opções de lanchinhos da manhã e da tarde.

O mesmo vale para iogurtes naturais, coalhadas e queijos. “Lembrando que, para algumas pessoas, os queijos amarelos serão mais saciantes do que os brancos, uma vez que carregam menos carboidratos”, complementa a profissional.

Por fim, o abacate, rico em gorduras benéficas e diversos nutrientes, também pode fazer parte do cardápio. “Porém, precisa ser consumido assim que cortado para que haja um melhor aproveitamento das vitaminas e dos minerais por parte do corpo.”

Dieta no trabalho: Beba água

Já que ela é importante para muitas funções do corpo — incluindo o metabolismo. Além disso, muita gente acaba confundindo sede com fome, sabia?

Portanto, mantenha sua garrafinha de água sempre cheia. Se você estiver muito atarefado e esquecer de dar um gole de vez em quando, programe um alarme no celular.

Fonte: Dayse Paravidino, nutricionista, membro da Associação Brasileira de Nutrição (ASBRAN) e da Associação Brasileira de Nutrição Materno Infantil (ASBRANMI).

Sobre o autor

Amanda Panteri
Amanda Panteri
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em alimentação saudável.