Como eliminar gases rapidamente? Veja dicas que podem ajudar

Saúde
11 de Setembro, 2023
Como eliminar gases rapidamente? Veja dicas que podem ajudar

Os gases são uma reação natural do nosso organismo. Geralmente, eles se formam após a fermentação realizada por bactérias presentes no estômago e no intestino quando comemos algo. Entretanto, dependendo da refeição, podemos sofrer com o excesso de gases que causa inchaço abdominal e em alguns casos, dor ao se movimentar. A seguir, saiba como eliminar os gases rapidamente e aliviar esses incômodos.

Veja também: Tem prisão de ventre? Confira dicas para se livrar do problema

Como eliminar gases rapidamente

Faça uma caminhada leve

O movimento estimula o trânsito intestinal e, como consequência, ajuda na eliminação do excesso de gases. Portanto, se você está com gases ou quer evitá-los, faça uma caminhada leve depois de comer para melhorar o processo de digestão.

Aposte em massagens suaves

Se possível, deite-se com o abdômen para o teto e faça movimentos de cima para baixo na região do estômago até o baixo ventre. Utilize ambas as mãos, que devem fazer uma pressão leve sobre a barriga. Enquanto faz a massagem, respire fundo e devagar.

Beba chás que facilitam a digestão e melhoram os gases

Alguns tipos de chás podem dar um empurrãozinho na para digestão. Por exemplo, erva-doce, hortelã, macela e boldo, possuem propriedades calmantes e que combatem os gases intestinais.

Contudo, bebida não deve ser adoçada e você pode servi-la quente ou fria — o importante é consumir logo após o preparo para manter as propriedades.

Fique em posições confortáveis

Algumas posições podem acelerar a eliminação dos gases, como a de cócoras. Permaneça por alguns minutos dessa forma. Caso ficar de cócoras seja desconfortável, deite-se com a barriga para cima, abrace as pernas e faça balanços laterais com o corpo.

Como prevenir o excesso de gases?

  • Atenção ao modo de preparo de alguns alimentos: leguminosas como grão-de-bico, feijões e lentilha são ricas em fitato, substância que provoca indigestão alimentar. Para evitar a ação do fitato, deixe os grãos de molho por 12 horas e troque a água do remolho nesse período. Além disso, troque a água do cozimento para retirar a espuminha expelida pelos grãos, que é repleta de fitato.
  • Evite alimentos gordurosos: essas opções costumam atrapalhar a agilidade da digestão. Como resultado, podem causar o aumento dos gases. Por isso, consuma esses alimentos em ocasiões específicas. Do mesmo modo, reduzir a quantidade de óleo no preparo das refeições é uma boa prática.
  • Preste atenção ao que você come: consumir um alimento diferente do habitual e observar possíveis reações ajuda a conhecer melhor o seu corpo.
  • Respire e coma sem interrupções: muitas vezes, as refeições são uma oportunidade para conversar com a família e os amigos. Porém, falar enquanto come pode favorecer a produção de gases, pois não respiramos corretamente. A mastigação também é comprometida, com o risco de o alimento chegar ao estômago em pedaços maiores. Então, tente falar o mínimo possível e apreciar os alimentos.
Alimentação e Movimento
Uma alimentação equilibrada pode potencializar os resultados do seu treino! Assine o Clube Vitat Cuida e garanta descontos exclusivos em consultas com nutricionistas, farmácias, exames laboratoriais e manipulados.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

montagem com as fotos de Wagner
Saúde

Ele já fez mais de 100 doações de sangue e plaquetas: “dar um pouco da minha saúde para quem precisa”

Conheça a história de Wagner Hirata, que tem as doações de sangue e plaquetas como um de seus propósitos de vida

neuralgia do trigêmeo
Saúde

Neuralgia do trigêmeo: doença que provoca uma das piores dores do mundo

Sintomas de doença são dores muito fortes e rápidas em apenas um lado do rosto, causando sensação de choque ou de um golpe muito forte

Reynaldo Gianecchini
Saúde

Reynaldo Gianecchini revela diagnóstico de doença autoimune

A síndrome de Guillain Barré causa fraqueza e dificuldades para mover os braços e as pernas