Assaduras entre as pernas no verão: como evitar e tratar

Saúde
08 de Dezembro, 2023
Bárbara Shibuya Alves
Revisado por
Enfermeira • Coren-SP 752311
Assaduras entre as pernas no verão: como evitar e tratar

A assadura entre as pernas é um problema para muitas pessoas, especialmente no verão. O atrito entre as coxas pode causar irritações e vermelhidões. O maior erro das pessoas, no entanto, é ligar essa condição a estar acima do peso. Na verdade, este incômodo também acomete quem possui uma formação mais grossa das pernas, por exemplo. Saiba mais a seguir:

Leia mais: Assadura nos mamilos: Ashton Kutcher conta desconforto durante treino

Assaduras entre as pernas: por que elas surgem?

Normalmente, uma assadura é conhecida pelos dermatologistas como dermatite friccional. Ela aparece quando há atrito intenso e repetitivo entre diferentes partes da pele ou entre a pele e roupas, sapatos, acessórios e até fraldas.

De acordo com a esteticista dermaticista Patrícia Elias, as assaduras nas coxas se agravam com o suor e com a umidade.

“Quando essas assaduras entram em contato com umidade, elas pioram. Então, não é indicado, por exemplo, usar uma roupa de ginástica úmida por muito tempo. Esse comportamento pode levar a assaduras mais severas e até mesmo ao escurecimento da pele”, aponta. “Além disso, atenção para as pessoas que estão com escurecimento dessa região ou que estão com sobrepeso, pois pode ser um sinal de resistência à insulina. Neste caso, é necessário procurar um médico”.

Algumas regiões do corpo são mais propensas ao problema justamente por estarem constantemente abafadas ou em contato com outras partes. É o caso do interior das pernas, das virilhas e das axilas. Bebês também sofrem bastante com o incômodo no bumbum causado pelo uso de fraldas descartáveis, assim como idosos acamados.

Se não tratada, uma assadura pode evoluir para infecção bacteriana e até para candidíase – especialmente se envolver umidade e suor. Outras consequências são descamações e escurecimento da pele, como já explicado.

Leia também: Como prevenir assaduras no bebê

Dicas para evitar as assaduras entre as pernas

Para prevenir esse problema, a esteticista indica alguns passos:

Óleos vegetais

Por serem uma opção natural, os óleos vegetais podem ser utilizados na pele que já está lesionada, impedindo o atrito. Entre os mais recomendados, estão: rosa mosqueta, amêndoa doce, macadâmia e maracujá, todos ricos em vitaminas A, C, D e E. Usar sempre à noite.

Aposte em roupas de tecidos leves

Patrícia ressalta o uso de roupas leves para deixar a pele respirar e lembra que os tecidos sintéticos podem ser prejudiciais, pois abafam a área das coxas e deixam o suor e a umidade presos no local. Neste caso, vale apostar em roupas com tecido de algodão, por exemplo.

Caso for necessário usar vestimentas mais grossas, assim que puder, deixe a pele respirar. Na hora de dormir, utilize um short com um tecido leve e frio para evitar o atrito e calor.

Roupas de treino adequadas (tire assim que chegar em casa)

Hoje já existem opções de tecidos que dispersam o suor, evitando que a região entre as pernas fique muito úmida. E assim que você chegar em casa depois da academia, vá direto para o banho – não fique enrolando com a roupa da academia suja, molhada e cheia de bactérias.

Shorts por baixo da saia ou vestido

Para muitas mulheres, usar saia ou vestido é uma verdadeira tortura – porque essas peças deixam as pernas livres, o que aumenta o atrito entre elas.

Uma boa dica, então, é apostar em um short de tecido leve que proteja a região. “Além dos óleos corporais, indico utilizar shorts ou bermudas modeladoras debaixo das saias e dos vestidos, pois são excelentes escolhas na hora de proteger as coxas, sempre lembrando de trocar as peças mais vezes ao dia, porque são sintéticas e infelizmente podem aumentar o excesso de umidade, principalmente no verão”, sugere Patrícia.

Talco

O talco é uma opção bastante debatida entre médicos e esteticistas quando o assunto é o tratamento de assaduras. O produto de fato ajuda a secar a região e diminui o atrito, mas pode deixar a pele esbranquiçada e manchar as roupas. Por isso, a esteticista indica o uso de talcos cremosos ou líquidos para evitar este tipo de problema.

Sempre hidrate a região após o banho

Neste caso, a especialista aponta que é mais assertivo buscar por um hidratante corporal que ofereça uma rápida absorção, dessa forma, é possível obter o resultado desejado sem carregar aquela sensação de que a pele está grudenta. Para o verão, cremes que possuem uma textura mais neutra são os mais indicados.

Como tratar as assaduras nas pernas

Por fim, se as pernas já estão lesionadas, o ideal é procurar não irritar mais a pele para reduzir o desconforto. Por isso, evite o contato com água quente (tome banhos mais frios), dê prioridade a sabonetes mais neutros e sempre hidrate a região da assadura para recompor a barreira da pele.

“Uma sugestão é molhar uma toalha com chá gelado de camomila e deixar agir por alguns minutos. Em seguida, utilize uma pomada para assadura misturada com gel de babosa”, finaliza.

Fonte: Patrícia Elias, esteticista dermaticista.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

mesa com diferentes pratos na praia
Saúde

Sol e praia favorecem casos de diarreia aguda; como evitar

Medidas simples, como a higienização das mãos e a escolha cuidadosa dos alimentos a serem consumidos, são essenciais para garantir tranquilidade durante as férias

homem fazendo exames oculares com uma oftalmologista
Saúde

Moscas volantes: pontos pretos na visão são preocupantes?

As moscas volantes nada mais são do que aqueles pontinhos, manchas ou filamentos escuros que aparecem na visão. Confira as causas!

Como limpar o ar-condicionado
Bem-estar Casa Saúde

Como limpar o ar-condicionado e o ventilador para evitar doenças

Algumas dicas ajudam a evitar doenças respiratórias. Veja as principais