Alimentos que previnem o câncer: veja lista

Alimentação
10 de Maio, 2023
Alimentos que previnem o câncer: veja lista

Comer bem para viver bem. Essa frase é simples, mas resume o poder que uma alimentação saudável tem em nossas vidas. A premissa também se estende para doenças graves, como o câncer. Falar sobre uma dieta que nos proteja por completo dessa doença não é possível, mas alguns alimentos, somados a outros fatores, podem contribuir significativamente com a redução dos riscos de desenvolver a enfermidade, retardá-la ou impedir seu avanço, contribuindo com o tratamento. Na lista de alimentos que previnem o câncer, enquadram-se vegetais, frutas, grãos integrais e leguminosas.

Em contrapartida, alguns tipos de comida são prejudiciais à saúde e podem aumentar os riscos do surgimento de um câncer ou contribuir com o avanço da doença. Quer saber quais são? O Dr. Thiago Gonçalves, médico nutrólogo, compartilhou todas as informações relevantes sobre esse tema e indicou quais alimentos são mais indicados na prevenção de tumores malignos.

Leia mais: Câncer colorretal e alimentação: Prevenção está no prato

Alimentos que previnem o câncer

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), hábitos saudáveis, incluindo uma boa alimentação, podem prevenir cerca de 12 tipos de câncer, o que reforça a importância da nutrição como fator de proteção à saúde.

O nutrólogo ressalta que uma dieta rica em fitoquímicos pode ser uma boa aliada para evitar o desenvolvimento de um câncer, já que são nutrientes importantes para o bom desempenho e fortalecimento do organismo, além de serem agentes antioxidantes.

“Essas substâncias podem ser encontradas principalmente em frutas, vegetais e grãos integrais, atuando no controle do estresse oxidativo e inflamação celular”, explica.

O estresse oxidativo, de acordo com o médico, causa danos e mutação do DNA, alterações que podem resultar no câncer. Nesse contexto, os antioxidantes, em quantidades suficientes, são essenciais para prevenir ou retardar esse processo. Ou seja, o consumo de fitoquímicos auxilia no equilíbrio celular, ajudando a evitar ou retardar o início da doença ou até mesmo impedir sua progressão.

Os fitoquímicos estão presentes em diversos compostos bioativos, um conjunto de substâncias que mantêm a boa saúde do corpo e ajudam na prevenção de enfermidades. Veja, abaixo, alguns alimentos que possuem esses elementos e os tipos de câncer que ajudam a prevenir.

Principais alimentos

  • Tomate, pimentão vermelho, cenoura, abóbora, mamão e beterraba: ajudam na prevenção do câncer de cólon, próstata, mama, ovário, pulmão e trato gastrointestinal;
  • Uvas, vinho tinto, mirtilo, morango, amendoim e nozes: ajudam na prevenção do câncer de cólon, mama, pulmão, pele e hematológico (isto é, no sangue);
  • Alho e cebola: ajudam na prevenção do câncer de estômago, cólon, próstata, bexiga, pulmão e mama;
  • Açafrão-da-índia (cúrcuma longa): ajuda na prevenção do câncer melanoma, cólon, linfoma gástrico, mama, cabeça e pescoço, pulmão e fígado;
  • Chá-verde (Camellia sinensis): ajuda na prevenção do câncer de bexiga, pulmão, cólon, pâncreas, mama, próstata, pele e ovário;
  • Couve, repolho, brócolis, couve-flor, couve-de-bruxelas e nabo: ajudam na prevenção do câncer de pulmão, estômago, cólon, próstata e mama;
  • Gengibre fresco: ajuda na prevenção do câncer de esôfago, estômago, pele, mama, próstata, boca e rim;
  • Cacau, chocolates (teor maior que 70% em cacau): ajudam na prevenção do câncer de pulmão, fígado, próstata, cólon, mama e leucemias;
  • Maçã com casca, cerejas, uvas, pimentão amarelo e alcaparras: ajudam na prevenção do câncer de mama, estômago e fígado.

Padrão alimentar

Afirmar que existe um cardápio que impede o desenvolvimento do câncer não é correto, já que a alimentação por si só não basta quando o assunto é saúde. Assim, a doença não se desenvolve apenas pelo consumo de alimentos impróprios, mas pode envolver diversos outros fatores relacionados à genética ou outras condições, como sedentarismo, obesidade, consumo de álcool ou tabagismo.

No entanto, o médico nutrólogo relata que estudos relacionaram a conhecida “dieta do mediterrâneo” com a prevenção ao câncer. Isso porque, nesse tipo de dieta, os alimentos que a compõem não aumentam o colesterol. Além disso, contribuem com os bons níveis de antioxidantes e ácidos graxos monoinsaturados – fatores que agem contra respostas inflamatórias imunomediadas (isto é, processo em que a defesa do organismo ataca as células saudáveis, como ocorre no câncer).

“Essa dieta é um padrão alimentar feito pela combinação adequada de macro e micronutrientes e ausência de substâncias contaminantes que podem interferir na imunidade”, complementa o especialista.

Dieta do Mediterrâneo inclui alimentos que previnem o câncer

  • Alto consumo de alimentos à base de plantas, especialmente produtos integrais, vegetais, frutas, nozes e legumes;
  • Ingestão regular de peixes e frutos do mar, como salmão, por exemplo;
  • Consumo, em menor quantidade, de carnes vermelhas e processadas, bem como de laticínios com alto teor de gordura;
  • Consumo moderado de álcool, optando pelo vinho tinto como acompanhamento durante as refeições;
  • Consumo moderado de gordura, optando pelo azeite de oliva.

Alimentos que aumentam as chances de um câncer

Da mesma forma que uma alimentação saudável ajuda na prevenção contra o câncer e nos resultados do tratamento, alguns alimentos, pouco saudáveis, podem aumentar os riscos de desenvolvimento ou avanço da doença no organismo.

“Maus hábitos alimentares estão diretamente relacionados com o aumento das estatísticas de câncer, ainda mais com a vida moderna, que é mais agitada, estimulando o consumo de alimentos industrializados”, relata o médico nutrólogo.

Por fim, os alimentos prontos para o consumo, mencionados pelo especialista, costumam conter alto teor carcinogênico. Ou seja, alta quantidade de substâncias causadoras de câncer. Veja algumas delas:

  • Nitrosaminas (nitritos e nitratos): presente em alimentos embutidos, como salsichas e presuntos;
  • Policíclicas aromáticas (benzopirenos, fluorantenos, crisenos e benzoantracenos): presente em alimentos defumados;
  • Corantes: presente em doces, balas, biscoitos, refrigerantes e sorvetes;
  • Praguicidas (inseticidas, fungicidas e herbicidas): presentes em verduras, frutas e legumes de colheitas que precisavam das substâncias para eliminar pragas.

Como prevenir o câncer

Além de uma dieta balanceada, os riscos de câncer podem ser reduzidos com alguns hábitos simples. Veja quais são:

  • Mantenha-se com um peso saudável;
  • Seja fisicamente ativo durante sua rotina diária;
  • Controle o consumo de carne vermelha e evite alimentos gordurosos, processados, embutidos, defumados ou ricos em amido;
  • Evite a ingestão de bebidas açucaradas;
  • Consuma diariamente frutas, legumes, verduras e grãos integrais.

Fonte: Dr. Thiago Gonçalves, médico nutrólogo e coordenador da especialidade na Prevent Senior.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Por quanto tempo tomar glutamina
Alimentação Bem-estar Saúde

Por quanto tempo devo tomar glutamina?

Veja recomendações importantes sobre o consumo prolongado

Alimentação e hipertensão
Alimentação Bem-estar Saúde

Alimentação e hipertensão: o que priorizar e o que evitar?

O ideal é utilizar temperos naturais, como ervas e especiarias. Veja outras dicas

foto de um prato colorido com legumes, salada e grãos
Alimentação Bem-estar Receitas

Encontrar receitas vegetarianas é difícil para você? Veja 20 opções!

Aqui na Vitat, você consegue encontrar inúmeras opções de receitas vegetarianas para variar o seu cardápio. Separamos algumas, confira!