Aeróbico em jejum queima 70% mais gordura, diz estudo

Bem-estar Movimento
10 de Novembro, 2022
Aeróbico em jejum queima 70% mais gordura, diz estudo

Realizar o famoso aeróbico em jejum (AEJ) pode estimular uma queima de gordura até 70% mais alta em comparação a treinar duas horas depois de comer. Foi o que apontou um novo estudo feito por pesquisadores da Universidade Nottingham Trent, da Universidade Metropolitana de Manchester e da Universidade de Loughborough, na Inglaterra. O artigo foi publicado no International Journal of Sport Nutrition and Exercise Metabolism.

De acordo com os cientistas, isso acontece porque as pessoas que treinam de estômago vazio não conseguem compensar, ao longo do dia, as calorias eliminadas na atividade física.

Além disso, a pesquisa também descobriu que o horário noturno (entre 16h e 20h) é o mais concorrido para a prática de exercícios. Isso justamente por conta das agendas lotadas da sociedade atual.

Leia também: Jejum pode engordar? Veja os principais erros cometidos

Aeróbico em jejum queima mais gordura

Para chegar à conclusão, os especialistas pediram que os voluntários pedalassem uma bicicleta ergométrica às 18h30 em intensidade moderada por 30 minutos. Em seguida, eles tiveram que pedalar o mais rápido que puderam por 15 minutos.

Assim, os participantes fizeram isso em dois dias diferentes — uma vez após um jejum de sete horas e outra duas horas depois de uma refeição.

Desse modo, os resultados apontaram que o aeróbico em jejum à noite aumentou a queima de gordura, semelhante ao que ocorre quando fazemos o AEJ pela manhã. O gasto de gordura aumentou de 4,5g para 7,7g, ou seja, foi 70% maior.

Além disso, os pesquisadores também analisaram a quantidade de comida que os indivíduos comeram ao longo do dia. Enquanto a ingestão de calorias no jantar foi cerca de 100 quilocalorias maior para aqueles que fizeram exercícios em jejum; a ingestão de calorias durante todo o dia foi em média 440 quilocalorias menor.

“O jejum antes do exercício noturno pode beneficiar alguns elementos da saúde devido ao aumento da quantidade de gordura queimada durante o exercício ou à redução do número de calorias ingeridas durante o dia. Se feito regularmente, pode melhorar a maneira como o corpo lida com picos de açúcar no sangue depois de comer”, disse Tommy Slater, pesquisador de ciências esportivas da Escola de Ciência e Tecnologia da Universidade de Nottingham Trent, em um comunicado.

Contudo, no dia do jejum, os voluntários percorreram uma distância um pouco menor na bicicleta. O que aponta que treinar sem comer pode prejudicar a performance. Eles afirmaram estarem menos motivados e terem gostado menos do exercício.

“Apesar desses benefícios, o jejum durante o dia parece reduzir o desempenho, a motivação e o prazer dos exercícios. O que pode tornar mais difícil para algumas pessoas permanecerem com ele a longo prazo.”

Descubra seu peso ideal. É grátis! Saiba se seu peso atual e sua meta de peso são saudáveis com Tecnonutri.
cm Ex. 163 kg Ex. 78,6

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

benefícios da banana
Alimentação Bem-estar Saúde

Quais são os benefícios da banana para a saúde? Veja lista e receitas saudáveis

A banana é amiga do intestino, além de ser eficiente na prevenção de cãibras. Veja outros benefícios da fruta!

horário para treinar
Bem-estar Movimento Saúde

Estudo revela melhor horário para pessoas com obesidade treinaram

O estudo da Universidade de Sidney identificou benefícios do treino noturno para a saúde do coração

Chás pré e pós-treino
Alimentação Bem-estar

Chás pré e pós-treino: veja as melhores opções

O chá é a segunda bebida mais consumida mundialmente, depois da água, sendo o Brasil um dos maiores consumidores. De acordo com um balanço da Euromonitor