Vegano e vegetariano: Qual a diferença?

23 de setembro, 2019

Seja por motivos de saúde, ética, religião ou ambientalismo, os estilos vegano e vegetariano de se alimentar só crescem em número de seguidores. 

Esse aumento não é por acaso: dietas baseadas em vegetais estão associadas a um menor peso corporal e a um risco reduzido de várias condições crônicas, incluindo doenças cardíacas, câncer, diabetes tipo 2, pressão alta, e declínio cognitivo.

Não existe uma definição única de dieta baseada em vegetais, mas a maioria dos especialistas concorda que isso significa principalmente o consumo de plantas, embora pequenas ou ocasionais quantidades de qualquer tipo de proteína animal sejam permitidas em alguns casos.

No entanto, dois tipos de uma dieta baseada em vegetais estão bem definidos: vegano e vegetariano. Então, qual é a diferença entre eles?

O que é vegetariano?

O vegetarianismo geralmente significa que nenhuma carne, aves ou frutos do mar são consumidos. Ovos e/ou laticínios são normalmente incluídos em uma dieta vegetariana.

As pessoas que comem ovos como sua única proteína animal são chamadas ovo-vegetarianos. Aqueles que permitem laticínios em sua dieta são lacto-vegetarianos, e as pessoas que comem ovos e laticínios são consideradas ovo-lacto-vegetarianos. 

Já a dieta pescetariana – também chamada de semi-vegetariana – é um título para um plano alimentar que permite que seus seguidores consumam peixe e frutos do mar, mas não carne ou aves.

O que é vegano? 

O veganismo exclui todos os alimentos de origem animal, o que significa que não há carne, aves, frutos do mar, ovos, laticínios ou quaisquer ingredientes derivados de fontes animais em seu cardápio, incluindo mel e gelatina. 

Ser vegano geralmente se estende a um estilo de vida que envolve não usar materiais derivados de animais, incluindo couro, pele, lã e seda. 

Produtos domésticos, como cosméticos e sabonetes, também são excluídos se forem fabricados ou testados em animais.

Nutricionalmente, omitir mais alimentos de origem animal pode tornar difícil atender às necessidades de certos nutrientes, como vitaminas D e B12, ferro, zinco e cálcio. 

No entanto, é possível obter todos os nutrientes necessários em uma dieta vegana se você souber quais alimentos vegetais contêm nutrientes essenciais e como suplementar adequadamente, se necessário. 

Leia também: Dieta flexível: O que é e como fazer

Considerações nutricionais para os estilos vegano e vegetariano:

Pesquisas mostram que dietas vegetarianas e veganas tendem a ser baixas em gordura saturada e colesterol.

Eles também tendem a conter grandes quantidades de vitaminas, minerais, fibras e compostos vegetais saudáveis.

Além do mais, ambas as dietas contêm uma grande quantidade de alimentos ricos em nutrientes. Isso pode incluir frutas, vegetais, grãos integrais, nozes, sementes e produtos de soja.

Por outro lado, dietas vegetarianas e veganas mal planejadas podem resultar em baixa ingestão de alguns nutrientes, como ferro, cálcio, zinco e vitamina D.

Ambas as dietas também tendem a conter quantidades limitadas de vitamina B12 e ácidos graxos ômega-3 de cadeia longa, embora os níveis desses nutrientes sejam geralmente mais baixos nos veganos do que nos vegetarianos.

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.