Trombocitemia essencial: conheça as causas, sintomas e tratamentos

Saúde
11 de Julho, 2022
Trombocitemia essencial: conheça as causas, sintomas e tratamentos

A trombocitemia essencial (TE) é uma doença mieloproliferativa, ou seja, causa um aumento descontrolado das células sanguíneas, e atinge especialmente as plaquetas. A condição é classificada como um câncer, como afirma o Dr. Carmino Antonio Souza, hematologista da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas (SMCC), e também é conhecida como trombocitemia hemorrágica.

Assim como a policitemia vera (PV), outra doença mieloproliferativa, a TE não apresenta uma causa única e também pode estar associada ao mesmo oncogene JAK2, mas em uma frequência menor que na PV. No entanto, diferentemente da PV, a trombocitemia essencial tem incidência maior em adultos mais jovens, e não em idosos.

Leia mais:Policitemia vera: o que é a doença, sintomas e tratamento

Quais os sintomas?

De acordo com o médico, o sintoma mais comum é a hemorragia cutâneo-mucosa, principalmente quando o número de plaquetas do paciente fica muito elevado. 

Em alguns casos, também pode haver hiperviscosidade, condição que torna o sangue “espessado”, sem capacidade de fluir livremente pelos vasos sanguíneos. 

O diagnóstico da doença pode ocorrer por meio de um hemograma, mas também existe a possibilidade de a condição ser identificada após hemorragias acentuadas que exigem intervenção rápida, como explica o hematologista. 

Trombocitemia essencial tem cura? Quais são os tratamentos?

A doença não tem cura, mas, habitualmente, é uma condição perfeitamente controlável. “No geral, o tratamento intermitente (quando necessário) é feito com o medicamento hidroxiureia”, explica Dr. Carmino. “Inibidores do oncogene JAK2 podem fazer parte do tratamento”.

Além disso, nos casos urgentes, é possível ainda realizar o procedimento plaquetaférese com remoção mecânica das plaquetas “em excesso”.

Quanto tempo vive uma pessoa com trombocitemia essencial?

O médico explica que a doença tem um bom prognóstico, com boa evolução na maioria dos casos. Geralmente, pessoas que sofrem com essa condição morrem devido a outras causas. 

No entanto, em casos raros, a trombocitemia essencial pode matar, havendo evolução para fibrose da medula óssea (com falência) e leucemia aguda. 

Leia também: Plaquetas baixas: O que é, causas e tratamento

Fonte: Dr. Carmino Antonio Souza, hematologista da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Campinas (SMCC) .

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Ozempic, Wegovy e Mounjaro
Saúde

Ozempic, Wegovy e Mounjaro: endocrinologista explica diferenças

Como as chamadas "canetas emagrecedoras" atuam contra o diabetes e obesidade?

Mulher grávida ao lado de um médico, que está olhando uma prancheta, explicando as doenças mais comuns na gravidez
Gravidez e maternidade Saúde

7 doenças mais comuns na gravidez e como identificá-las

As alterações da gravidez podem enfraquecer o sistema imunológico da mulher, tornando-a mais propensa a doenças e infecções comuns no período

Creatina na menopausa
Alimentação Bem-estar Saúde

Creatina na menopausa: suplemento ameniza efeitos e promove bem-estar

A suplementação surge como uma alternativa promissora para combater os efeitos negativos da menopausa e promover o bem-estar feminino