Suplementos e nutracêuticos: qual é a diferença?

Alimentação Bem-estar
12 de Julho, 2023
Suplementos e nutracêuticos: qual é a diferença?

Não é novidade que o mundo vive uma preocupação crescente em relação aos hábitos alimentares e seu impacto na saúde humana. O estilo de vida sedentário, o consumo excessivo de alimentos processados e outros maus hábitos têm contribuído para o surgimento de uma série de doenças, como obesidade, diabetes e hipertensão. Diante desse cenário, algumas alternativas terapêuticas que buscam melhorar o estado nutricional e a saúde das pessoas têm surgido. Suplementos alimentares e nutracêuticos são recursos que têm despertado interesse, pois oferecem uma abordagem complementar para suprir deficiências nutricionais, fortalecer o organismo e promover bem-estar.

Apesar de estarem relacionados, os suplementos não são a mesma coisa que os nutracêuticos. Neste artigo, explicaremos um pouco mais sobre cada uma dessas opções, seus benefícios para o corpo e a melhor forma de incluí-los na sua rotina. Confira!

O que são suplementos alimentares?

Suplementos alimentares são produtos que fornecem nutrientes adicionais para complementar a dieta. Assim, eles são especialmente formulados para suprir deficiências específicas e podem incluir vitaminas, minerais, aminoácidos, ácidos graxos essenciais e outros ingredientes. 

Amplamente utilizados para melhorar o desempenho físico, esses suplementos também podem auxiliar na recuperação de doenças e otimizar a saúde geral. Em geral, a ingestão é via oral (principalmente em cápsula ou em pó) e podem conter ativos isolados ou combinados de acordo com as necessidades do paciente.

Alguns dos suplementos mais conhecidos são, por exemplo, o cálcio, o colágeno, a creatina, entre outros.

Principais benefícios dos suplementos 

Listamos abaixo alguns dos principais benefícios associados ao uso de suplementos alimentares:

  • Suprir deficiências nutricionais;
  • Melhorar o desempenho esportivo;
  • Apoiar a saúde óssea;
  • Reforçar o sistema imunológico;
  • Promover a saúde cardiovascular;
  • Apoiar a saúde cerebral;
  • Suplementação durante certas fases da vida, como a gravidez ou a velhice.

O que são nutracêuticos?

O nome “nutracêutico” surge da junção das palavras nutriente e farmacêutico, pois os nutracêuticos são considerados uma fusão entre a nutrição e a farmacologia devido aos componentes ativos que podem ter efeitos positivos na prevenção e tratamento de doenças.

Basicamente, os nutracêuticos são substâncias que derivam de alimentos que oferecem benefícios à saúde além de suas propriedades nutricionais básicas. Isso inclui, por exemplo, extratos de plantas, compostos bioativos presentes em alimentos e certos ácidos graxos, como o ômega 3, encontrado em peixes gordurosos.

Principais benefícios dos nutracêuticos

Listamos abaixo alguns dos principais benefícios associados ao uso de nutracêuticos:

  • Potencial prevenção e tratamento de doenças;
  • Melhoria da saúde gastrointestinal;
  • Suporte ao sistema imunológico;
  • Promoção da saúde cerebral;
  • Gerenciamento do estresse e melhoria do bem-estar mental;
  • Saúde cardiovascular;
  • Suporte ao envelhecimento saudável.

Então, qual é a diferença entre suplementos e nutracêuticos?

Já que apresentam as mesmas formas farmacêuticas e se “misturam” em alguns casos, é comum confundir os suplementos e os nutracêuticos, no entanto, a diferença entre eles está na sua obtenção. 

Os nutracêuticos são derivados de alimentos (como o resveratrol, por exemplo, que é um composto encontrado nas uvas e no vinho tinto) e são encapsulados. Por outro lado, os suplementos alimentares são uma mistura de substâncias isoladas que fornecem micronutrientes para suprir deficiências no organismo. 

Embora os nutracêuticos não tenham regulações normativas específicas, eles também são considerados suplementos alimentares, conforme estabelecido na Resolução do Conselho Federal de Farmácia (CFF) nº 661/2018

Preciso ter receita médica para tomar suplementos e nutracêuticos?

Embora a utilização de suplementos alimentares e nutracêuticos não exija prescrição médica, é essencial ressaltar a importância de ter a orientação de um profissional de saúde para garantir o uso correto e evitar possíveis reações adversas, além de interações com alimentos e medicamentos. 

Também vale lembrar que esses produtos prontos, como os suplementos padronizados comercializados em larga escala, não levam em consideração as necessidades do paciente, nem suas limitações e restrições, como alergias e intolerâncias, por exemplo.

As farmácias de manipulação desempenham um papel relevante neste contexto porque oferecem a possibilidade de personalizar os suplementos e nutracêuticos de acordo com as necessidades individuais de cada pessoa, possibilitando também a composição em diferentes formas farmacêuticas além das cápsulas e dos sachês em pó.

Com o acompanhamento de profissionais habilitados, como médicos, nutricionistas ou farmacêuticos, é possível obter orientações precisas sobre dosagem, combinações de ingredientes e benefícios terapêuticos, visando ao uso racional e à maximização dos resultados desejados.

Leia também:

poke é saudável
Alimentação Bem-estar

Poke é saudável? Veja dicas na hora de consumir

Veja dicas de alimentos que não vão interferir no seu objetivo, seja emagrecer ou ganhar massa magra

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas