Rompimento de cisto de ovário: sinais, sintomas e riscos

Saúde
30 de Setembro, 2022
Rompimento de cisto de ovário: sinais, sintomas e riscos

Imagine uma pequena bolsa cheia de líquido ou gás. Assim é o cisto, uma formação anormal que pode surgir em diversas partes do corpo. Na mulher, a descoberta de um cisto no ovário pode surpreender durante um ultrassom de rotina (pélvico ou transvaginal). Como geralmente são silenciosos, é durante esses exames que detecta-se os cistos. Em geral, esses casos são benignos, mas podem preocupar se ocorrer rompimento de cisto de ovário. “O rompimento de cisto de ovário pode ocorrer em qualquer momento”, alerta a ginecologista e obstetra Hiromi Arisawa, do Fleury Medicina e Saúde.

Por esse motivo, a médica explica que, assim que o cisto é diagnosticado, é fundamental manter um acompanhamento com o ginecologista para avaliar suas características. Até porque podem haver mudanças no cisto que exigem tratamento.

Leia também: Síndrome dos Ovários Policísticos: Melhores exercícios físicos

Sinais e sintomas de rompimento de cisto de ovário

“Quando um cisto de ovário se rompe, em geral a mulher pode sentir uma dor aguda, repentina, de intensidade variável, devido ao extravasamento do líquido na cavidade abdominal”,  descreve Hiromi. “A dor normalmente localiza-se na pelve. Além disso, pode ser mais intensa no lado em que o cisto se rompeu.”

Isso acontece porque o cisto no ovário tem líquido no seu interior. Ele pode se formar de diversas maneiras. “Mas, o mais comum é o desenvolvimento através de um folículo ovariano que não se rompe durante a ovulação, acumulando líquido em seu interior e formando o cisto”, explica a ginecologista.

E o líquido que preenche o cisto pode ser, inclusive, sangue, casos que recebem o nome de cisto hemorrágico. Seja como for, a dor súbita é o principal sintoma quando ocorre rompimento de cisto de ovário, e a indicação é procurar atendimento médico.

O rompimento de cisto de ovário pode ocorrer em casos de esforço muito grande, mas não necessariamente está relacionado a esse fator. Por isso é fundamental manter a atenção!

Leia também: Envelhecimento ovariano: Por que a fertilidade feminina diminui com o passar do tempo?

Riscos e tratamentos

Qualquer cisto pode se romper, mas quanto maior ele for, haverá mais chances de rompimento. Mas, dependendo do caso, pode ser preciso passar por cirurgia para retirar o cisto e limpar a região acometida pelo rompimento. Nessas situações, o procedimento pode ser por laparoscopia ou cirurgias maiores. 

E vale saber que a maioria dos cistos podem regredir espontaneamente após alguns meses, não sendo necessária nenhuma intervenção. “Já nos casos em que não há regressão é preciso individualizar cada caso e definir qual o melhor tratamento para a paciente. Assim, são opções: o tratamento clínico (com anticoncepcionais hormonais) ou cirúrgico (através de retirada da cápsula do cisto, mantendo o ovário com sua funcionalidade)”, conclui Hiromi.

Fonte: Dra. Hiromi Arisawa, ginecologista e obstetra do Fleury Medicina e Saúde

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

foto de uma caderneta de vacinação com uma seringa
Saúde

Caderneta de vacinação em dia ajuda a evitar surtos de doenças

Especialistas alertam que a vacinação é um pacto de saúde coletivo

Chá de folha de mamão e dengue
Saúde

Chá de folha de mamão e dengue: é falso que bebida combate a doença

Não existem evidências científicas de que a bebida possui propriedades medicinais no tratamento da doença

vitamina B e dengue
Saúde

Vitamina B previne a picada do mosquito da dengue?

Sem comprovação científica, a técnica popular pode levar a população a uma falsa sensação de segurança