O que acontece se você não respeitar a sua intolerância à lactose?

Alimentação Bem-estar Saúde
11 de Julho, 2023
Livia Yume Tanizaki
Revisado por
Nutricionista • CRN-3 45492
O que acontece se você não respeitar a sua intolerância à lactose?

Para quem convive com a intolerância à lactose, uma rotina alimentar adequada para essa condição é uma grande aliada para um estilo de vida saudável e confortável. Entretanto, ignorá-la pode trazer malefícios e desconfortos para o seu organismo de forma frequente. Por isso, entenda os riscos de não respeitar a sua intolerância à lactose.

Veja também: Intolerância à lactose: o que é e como ter uma rotina saudável

O que é a intolerância à lactose?

A intolerância à lactose é a deficiência ou a ausência de uma enzima intestinal, a lactase. Essa enzima tem como função decompor o açúcar do leite, absorvendo-o de forma apropriada. 

Sendo assim, a quantidade deste açúcar não é absorvida pelo corpo de quem apresenta a intolerância. Isso pode gerar muitos desconfortos gastrointestinais.

Essa falta da lactase pode ser controlada com dietas e medicamentos. Além disso, quanto ao diagnóstico, ele é feito por meio de exames distintos, como o teste de intolerância à lactose, teste de hidrogênio na respiração e teste de acidez nas fezes.

Quais são os graus? 

Existem três graus de intolerância à lactose: leve, moderada e grave. Além disso, a condição também pode ser clasificada por tipos, explica o Dr André Augusto Pinto:

  • Deficiência congênita: é um distúrbio congênito no qual o organismo não produz nenhuma enzima lactase desde o nascimento da criança. É o tipo mais grave e raro, geralmente chamado de alergia alimentar amolente da vaca;
  • Deficiência primária: produção diminuída da lactase pelo nosso organismo conforme vamos envelhecendo. Geralmente começa de maneira leve e fica mais intensa com os anos;
  • Deficiência secundária ou adquirida: nesse caso, a lactase é diminuída devido a alguma doença intestinal — doença celíaca, por exemplo. 

Riscos de não respeitar a intolerância à lactose

Alguns são os riscos que podem surgir quando você não respeita a sua dieta. De forma geral, essa desobediência pode afetar pele, intestino e até trato respiratório — comenta o Dr André. 

De acordo com a nutricionista Leticia Ramirez, os primeiros sintomas aparecem de 30 minutos a 2 horas após o consumo da lactose, quando a digestão se inicia. 

“Os sintomas que mais ocorrem são dor abdominal, distensão abdominal e flatulência. Em indivíduos mais sensíveis, pode ocorrer náuseas, vômitos e diarreia”. Por fim, a nutricionista alerta sobre a ingestão de água quando um dos sintomas é a diarreia — isso devido a desidratação que o corpo sofre.

A longo prazo, ao não seguir a dieta recomendada, esses sintomas e desconfortos não desaparecem e persistem na vida do paciente. Assim, é importante se atentar ao nível de lactose nos alimentos que você consome e realizar o acompanhamento apropriado ao lado de um especialista.

Desta forma, ele te ajudará a viver tranquilamente com essa deficiência, mas equilibrando os nutrientes que você ainda precisa em seu corpo, como o cálcio.

Fontes: Dr. André Augusto Pinto,  especialista em cirurgia geral, cirurgião bariátrico e Diretor Clínico do Hospital Municipal de Santo André; e Leticia Ramirez, nutricionista com atuação na área da Nutrição Esportiva, auxiliando os praticantes de atividade física a alcançarem o seu objetivo (CRN-3 63183).

Links úteis:

Sobre o autor

Gabriel Saez Domingues
Estagiário de jornalismo, formando pela Unesp.

Leia também:

Ozempic, Wegovy e Mounjaro
Saúde

Ozempic, Wegovy e Mounjaro: endocrinologista explica diferenças

Como as chamadas "canetas emagrecedoras" atuam contra o diabetes e obesidade?

Mulher grávida ao lado de um médico, que está olhando uma prancheta, explicando as doenças mais comuns na gravidez
Gravidez e maternidade Saúde

7 doenças mais comuns na gravidez e como identificá-las

As alterações da gravidez podem enfraquecer o sistema imunológico da mulher, tornando-a mais propensa a doenças e infecções comuns no período

chá de boldo
Alimentação Bem-estar

Chá de boldo: para que serve, benefícios e como fazer

O chá de boldo é utilizado para tratar uma variedade de problemas digestivos, como má digestão, gases, azia, constipação e diarreia