Por que recuperamos o peso perdido?

7 de janeiro, 2020

Infelizmente, é algo comum recuperar o peso perdido após uma dieta. Tudo bem, acontece com quase todo mundo. No entanto, a explicação para isso é mais complexa do que parece ser e, na verdade, há mais de uma razão.

Estima-se que, aproximadamente, pelo menos 80% das pessoas recupera o peso perdido inteiramente. Muito disso se deve a fatores fora do nosso controle que, inegavelmente, interferem no organismo. Como, por exemplo, idade, gênero, hormônios e, claro, genética.

Entretanto, temos controle sob nosso nível de atividade corporal (não ser sedentário é essencial!) e nossa alimentação. 

Assim, muitas pessoas tendem a recuperar os quilos que se foram. Uma vez que seu objetivo foi alcançado, elas deixam de se preocupar com uma alimentação saudável e rotina de exercícios. O que elas esquecem é que manter o peso é tão ou mais trabalhoso quanto perdê-lo. 

Saiba quais os principais motivos pelos quais voltamos a engordar, entenda-os e aprenda a evitar.

Dieta restritiva

É comum ir a extremos para atingir o “peso dos sonhos”, ou melhor, o “corpo dos sonhos” – o qual é, muitas vezes, simplesmente inatingível. Assim, por vezes, muitos caem em ciclos de comportamentos compulsivos e, certamente, nada saudáveis, como as dietas restritivas.

Por isso, restringir a ingestão de certos alimentos e determinados macronutrientes é extremamente perigoso. Ainda que possa acarretar no emagrecimento rapidamente, isso se tornará insustentável a longo prazo, visto que o corpo precisa manter-se bem nutrido. Dessa forma, o peso será recuperado.

Leia também: Sibutramina: Para que serve e efeitos colaterais

Falta de energia

A constante fadiga e falta de energia são consequências diretas de uma dieta restritiva. Em um déficit calórico acima do normal, o corpo se sentirá exausto e, consequentemente, a sensação de fraqueza e indisposição acarretará no ganho de peso e, possivelmente, em episódios de compulsão alimentar.

Não só, é sempre importante lembrar que um bom e sustentável emagrecimento deve vir acompanhado da saúde mental plena, pois a beleza não está só no exterior.

Sedentarismo

Levar uma vida sedentária é um dos principais fatores que podem provocar a recuperação dos quilos eliminados. Isso, pois o corpo necessita manter-se ativo e, uma vez que se acostumou com uma rotina de atividades físicas, o ideal é seguir com esse hábito, visto que, quando interrompido, o peso pode facilmente ser recuperado.

Portanto, exercícios não são essenciais apenas para a perda de peso, mas também para a sua manutenção.

Leia mais: Sedentarismo: O que fazer para não ser mais uma vítima

Comportamentos compulsivos são inimigos

Por vezes, quem está de dieta cai em ciclos de comportamentos compulsivos e, certamente, nada saudáveis. Alimentação muito restritiva, exercícios perigosos, privação de comida, falta de nutrientes, entre muitas outras atitudes que não são recomendadas. 

Ainda que algumas dessas práticas realmente provoquem a perda de peso, também serão elas as culpadas por sua recuperação. Afinal, nenhum corpo aguenta eternamente, por exemplo, uma dieta pouco permissiva.

Portanto, a chave é o equilíbrio. Manter uma dieta e uma rotina equilibradas será o caminho para atingir seu objetivo.

Leia mais: Alimentos aliados do microbioma intestinal e da perda de peso

Sobre o autor

Nathália Lopes
Nathália Lopes
Estagiária de Jornalismo