Raiva: Como ela pode atrapalhar a saúde

20 de fevereiro, 2020

A raiva é uma emoção que faz parte das nossas vidas, que pode ajudar a pensar de maneira mais racional. Normalmente, a sentimos quando somos humilhados, provocados ou agredidos. 

Em pequena quantidade, essa emoção pode servir de impulso para ações ou motivação para mudanças. Entretanto, quando se torna um sentimento exagerado, e quando você guarda para si mesmo e acaba explodindo, isso acaba prejudicando sua saúde.

Portanto, se você é aquele tipo de pessoa sem paciência, aqui estão algumas razões para manter a calma e ficar tranquilo.

Ao explodir de raiva, o coração corre um grande risco

A raiva pode ser muito prejudicial para a saúde do coração. Isso porque duas horas após explodir de raiva, a chance de ter um ataque cardíaco dobra. 

Além disso, um estudo descobriu que pessoas com tendência à estressar tinham duas vezes mais o risco de doença coronariana do que pessoas calmas. 

Para não deixar que isso aconteça, identifique e lide com seus sentimentos antes de perder o controle. É importante lembrar que aquela raiva construtiva, do tipo que você conversa com a pessoa que está bravo e resolve os problemas, não está associada a doenças cardíacas.

Aumenta o risco de derrame

Um estudo feito em 2014 descobriu que havia um risco três vezes maior de sofrer um derrame de um coágulo sanguíneo ou sangrar dentro do cérebro durante duas horas após explodir de raiva. 

Porém, a boa notícia é que você pode aprender a controlar essa raiva em excesso. Você precisa identificar o que desencadeia e, depois descobrir como alterar sua resposta a isso. 

Enfraquece o sistema imunológico

Se você se estressa o tempo todo, pode ficar doente com mais frequência. 

Leia também: Maneiras simples de liberar o sentimento de raiva

Em um estudo, cientistas da Universidade de Harvard descobriram que, em pessoas saudáveis, a simples lembrança de um momento onde passou raiva, causou a queda nos níveis de imunoglobulina A do anticorpo, a primeira linha de defesa das células contra infecções. 

Pode piorar sua ansiedade

De todos os malefícios que a raiva pode trazer, também pode contribuir com a piora nos sintomas da ansiedade. Um estudo feito em 2012, publicado na revista  Cognitive Behavior Therapy, descobriu que a raiva pode intensificar os sintomas do transtorno de ansiedade generalizada (TAG). 

Pode encurtar sua vida

O estresse está ligado a saúde geral. Então, se você passa a maior parte do tempo estressado e com raiva, diminuirá sua vida útil.

Aprender a expressar a irritação de maneira adequada é importante para a saúde. Assim, se você não é alguém que se sente à vontade para demonstrar emoções negativas, busque ajuda de um terapeuta ou pratique sozinho.

Leia também: Otimismo pode reduzir inflamação, diz estudo

Sobre o autor

Julia Moraes
Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.