Quantas calorias a gestante deve consumir por dia?

Alimentação Bem-estar Gravidez e maternidade Saúde
30 de Abril, 2024
Quantas calorias a gestante deve consumir por dia?

Na gravidez, é normal que o apetite fique mais exacerbado – afinal, o corpo da mulher precisa de energia suficiente para se manter e ainda gerar outro ser. Mas a futura mamãe pode ter a dúvida: quanto comer a mais durante o dia? Será que o ideal é dobrar as calorias na gestação?

Contabilizar calorias na gestação? Não!

De acordo com a Dra Gisela Savioli, nutricionista clínica funcional, não se fala em regime, dieta ou contagem de calorias quando o assunto é saúde nutricional da mulher grávida. “Mesmo que ela engravide em situação de sobrepeso ou obesidade, o que indicamos não é uma restrição calórica pura e simples”, diz a especialista.

No lugar disso, a Dra Gisela explica que o foco é garantir uma melhora do aporte nutricional como um todo – ou seja, melhorar a qualidade dos alimentos consumidos – em vez de pensar somente na quantidade de calorias ingeridas por dia.

Além disso, outro mito ultrapassado é a ideia de que a gestante precisa “comer por dois”. “Não é algo que significa simplesmente dobrar o que habitualmente é consumido. Quando participo do planejamento nutricional de uma gestante, normalmente calculo 500 calorias a mais por dia, desde que sejam calorias de boa qualidade – e não calorias vazias”, complementa.

Leia também: Dieta na gravidez: alimentação pode afetar o desenvolvimento do feto

Nutrir para gestar bem

Inclusive, se preocupar mais com a qualidade (e menos com a quantidade) da alimentação é essencial para o correto desenvolvimento do feto. “Hoje, nós sabemos que, antes mesmo de a mulher engravidar, ela pode já fazer toda a diferença nesse futuro bebê por meio de adoção de hábitos e da nutrição”, afirma a especialista.

Um cardápio equilibrado e individualizado, por exemplo, ajuda a recuperar e diminuir todas as vias inflamatórias que prejudicam tanto mãe quanto bebê. A nutri defende a chamada programação metabólica. “Nada mais é do que ter a dimensão de quanto os hábitos de vida, especialmente os nutricionais, influenciam para que o bebê seja concebido e gestado em um ambiente favorável para a saúde. Sempre lembrando que nunca é tarde para decidir investir na alimentação e nos hábitos relacionados à boa qualidade de vida, pois os impactos sempre são positivos.”

Leia também: Alimentação na gravidez: dicas de lanches saudáveis

Nutrientes importantes

Todos os nutrientes são importantes para uma gestação saudável. A Dra Gisela destaca ômega-3 (também essencial durante a amamentação), especialmente a fração DHA. “As fontes naturais de ômega-3 são principalmente os peixes. Mas hoje, com orientação individualizada, é possível suplementar ômega-3 e DHA. Muitos estudos científicos relacionam o DHA ao desenvolvimento e à proteção do cérebro, sendo importante desde a concepção até os 21 anos de idade – pelo menos.”

Além disso, a nutricionista ressalta a importância da vitamina D3, um hormônio que conseguimos via exposição solar adequada ou suplementação. “Ter dosagens otimizadas de vitamina D3 é importante para todas as fases do desenvolvimento. E é providencial discutir o assunto com o profissional de saúde que acompanha o pré-natal.”

Leia também: Obesidade na gravidez é fator de risco para o coração

Fonte: Dra Gisela Savioli, nutricionista clínica funcional, fitoterapeuta, jornalista e autora de 10 livros, incluindo o título Nutrição, Saúde e Fertilidade.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

mulher com as mãos na barriga
Saúde

Vaginismo afeta o bem-estar e pode ter causas emocionais

O vaginismo é um tipo de dor que acontece durante a penetração. As causas normalmente englobam aspectos psicológicos, e problema atrapalha a vida sexual

foto do ator Tony Ramos
Saúde

Hematoma subdural: entenda quadro de Tony Ramos

Tony Ramos passou por duas cirurgias após apresentar um hematoma subdural. Segundo boletim médico, ator já tem "melhora na evolução do quadro clínico"

mulher de lado tomando um suco verde em um copo
Alimentação Bem-estar

Como comer mais fibras no dia a dia? Dicas simples

O nutriente promove saciedade, melhora o trânsito intestinal, ajuda a evitar picos de açúcar no sangue e diminui a absorção das gorduras. Veja como comer mais