Maneiras simples de liberar o sentimento de raiva

Bem-estar Equilíbrio
16 de Janeiro, 2020
Maneiras simples de liberar o sentimento de raiva

Todos sentem raiva em algum momento da vida. Afinal, ninguém é 100% calmo o tempo todo. Seja por esperar longas filas, lidar com colegas de trabalhos ou dirigir no trânsito sem fim. 

Sentir raiva por essas e outras situações diárias é uma resposta normal ao estresse. Porém, em excesso, pode prejudicar relacionamentos pessoais e profissionais, além da saúde.

No entanto, existem algumas maneiras de você aprender a gerenciar e canalizar a raiva de forma construtiva.

Respire fundo

Ao sentir raiva, é fácil esquecer da respiração. Sendo assim, tente respirar devagar e controladamente, inspirando pela barriga e não pelo peito. Isso permite que o corpo se acalme instantaneamente. 

Leia também: Estresse: Veja que é possível usá-lo a seu favor

Você também pode manter este exercício de respiração:

  • Encontre uma cadeira ou local onde possa sentar-se confortavelmente, permitindo que seu pescoço e ombros relaxem completamente;
  • Respire profundamente pelo nariz e preste atenção ao aumento da barriga;
  • Expire pela boca;
  • Tente fazer este exercício 3 vezes ao dia por 5 a 10 minutos ou conforme necessário.

Experimente a visualização

Em meio a um atraso de viagem de avião, por exemplo, encontrar seu lugar feliz em meio a essas situações pode ajudá-lo a se sentir mais relaxado no momento. 

Ao lutar contra a tensão, tente imaginar uma imagem para acalmar seu corpo e cérebro:

  • Pense em um lugar real ou imaginário que faça você se sentir feliz, pacífico e seguro;
  • Concentre-se nos detalhes sensoriais, imaginando-se lá. Quais são os cheiros, imagens e sons?
  • Esteja ciente de sua respiração e mantenha esta imagem em sua mente até sentir sua ansiedade começar a aumentar.

Mova conscientemente seu corpo

Ficar parado pode causar ainda mais ansiedade ou estresse. Assim, mover o corpo com yoga ou outros exercícios calmantes pode liberar a tensão dos músculos. Da próxima vez que você passar por essas situações, tente dar um passeio ou até dançar para afastar sua mente do nervosismo.

Anule a raiva com o humor

Encontrar humor em um momento de estresse pode ajudá-lo a manter uma perspectiva equilibrada. Porém, isso não significa que você deve simplesmente rir dos seus problemas, mas olhar para eles de uma maneira alegre pode ajudar.

Quando estiver em uma situação que provoque raiva, imagine como esse cenário pode parecer para alguém de fora. Como isso pode ser engraçado para eles? Então, ao não se levar muito a sério, você terá mais chances de ver como os pequenos aborrecimentos sem importância irão passar logo.

Reconhecer gatilhos e encontrar alternativas

Se o seu deslocamento diário se transforma em raiva, tente encontrar uma rota alternativa ou sair mais cedo para o trabalho. 

A ideia é identificar e entender o que desencadeia sua raiva. Portanto, quando estiver mais consciente do que é, você pode tomar medidas para evitar ser vítima.

Se você não tem certeza de onde vem sua raiva, tente se lembrar de um momento da próxima vez que tiver esse sentimento. Use esse tempo para fazer um balanço do que aconteceu nos momentos que antecederam seus sentimentos. Você estava com uma pessoa em particular? O que você estava fazendo? Como você estava se sentindo até aquele momento?

Sobre o autor

Julia Moraes
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em fitness, saúde mental e emocional.

Leia também:

ator Cauã Reymond segurando um garfo e uma faca e usando um babador
Alimentação Bem-estar

Cauã Reymond mostra jantar saudável com sopa, frango e legumes

Ator compartilhou em suas redes socais o que comeu na noite de Dia dos Namorados (12/06). Confira o jantar de Cauã Reymond

personal ajudando aluno a fazer o exercício crucifixo inclinado na academia
Bem-estar Movimento

Crucifixo inclinado: como fazer corretamente para evitar dores

A posição do banco no crucifixo inclinado faz com que o exercício enfatize bem os músculos do peitoral. Confira o passo a passo

criança nadando na piscina
Bem-estar Movimento

Crianças podem (e devem) fazer natação no inverno!

Prática deve ser contínua mesmo no frio, pois aumenta imunidade e o gasto calórico. Veja os benefícios da natação no inverno para as crianças!