Prevenção da osteoporose: com qual idade devemos iniciar os cuidados?

Saúde
20 de Outubro, 2022
Prevenção da osteoporose: com qual idade devemos iniciar os cuidados?

A osteoporose é uma doença que afeta a capacidade de absorção de minerais e vitaminas pelos ossos. Como resultado, os ossos vão perdendo massa e se tornam frágeis. De forma geral, a condição é comum ao processo de envelhecimento, e atinge mais as mulheres do que os homens — 1 a cada 3 pessoas são do sexo feminino com mais de 50 anos. Por ser perigosa e assintomática, a prevenção da osteoporose precisa acontecer antes mesmo de envelhecermos.

Para se ter uma ideia, a osteoporose é responsável por cerca de 200 mil mortes por ano, decorrentes de complicações por fraturas em pessoas idosas. Confira os cuidados essenciais para evitar o problema.

Veja também: Afinal, o que é osteopenia? Saiba mais sobre a pré-osteoporose

Quando começar os cuidados de prevenção da osteoporose?

A atenção à saúde dos ossos deve surgir ainda na infância, período para se construir um bom pico de massa óssea até aproximadamente 20 a 30 anos de idade.

“Desde a infância é necessário ter uma boa ingestão de cálcio, encontrado principalmente em leite e seus derivados. Além disso, os níveis de vitamina D precisam ser adequados, sendo o sol a principal fonte de absorção. Por sua vez, a vitamina K e o magnésio complementam as fontes necessárias para ossos saudáveis e essas recomendações valem para crianças e adultos”, sinaliza a endocrinologista Lorena Amato.

Por isso, bebês precisam do aleitamento materno para o desenvolvimento da estrutura óssea, com a devida introdução alimentar conforme a orientação médica. Afinal, o leite materno possui nutrientes indispensáveis nessa fase decisiva para o desenvolvimento da criança.

Alimentos que ajudam na prevenção da osteoporose

É indiscutível que a alimentação desempenha um papel relevante na força dos ossos. A seguir, veja algumas opções, além do leite e derivados, que não podem faltar no cardápio.

  • Verduras verde-escuras (agrião, espinafre e brócolis).
  • Oleaginosas (amêndoas, nozes e avelãs).
  • Sardinha, carnes magras e algas marinhas.
  • Gergelim e tofu.

O que evitar?

Por se tratar de uma doença decorrente de mecanismos inflamatórios, certos alimentos podem desencadear o processo e favorecer a osteoporose. Por exemplo:

  • Sal em excesso (pode fazer o corpo excretar cálcio).
  • Álcool (causa a perda da massa óssea).
  • Cafeína, chás e refrigerantes (diminuem a absorção do cálcio).
  • Consumo excessivo de carnes gordurosas.

Atividade física também é aliada contra a osteoporose

A atividade física é outro recurso para manter a saúde dos ossos. De acordo com Lorena, os exercícios que trazem mais benefício são aqueles que têm o impacto, que causa a tração do músculo no osso, como a musculação, treinamento funcional e a corrida.

Então, se possível, inclua modalidades com esse perfil em sua rotina de treinos. Além disso, os exercícios que trabalham a força ajudam a fortalecer os músculos, que protegem os ossos contra possíveis quedas e fraturas.

Por fim, vale ressaltar que o movimento precisa estar presente na infância: de brincadeiras que estimulem o exercício a atividades que despertem o prazer de se exercitar desde cedo.

Visitas de rotina ao médico em todas as idades

A prevenção da osteoporose inclui acompanhamento médico, com exames preventivos (por exemplo, a densitometria óssea) de acordo com a idade, para checar a integridade dos ossos e a saúde em geral.

Sobretudo a partir dos 40 anos: mulheres nessa faixa etária precisam redobrar os cuidados, pois a menopausa causa alterações profundas no metabolismo. Já aos 50 anos, tanto homens quanto mulheres enfrentam o declínio natural do envelhecimento, inclusive a perda da densidade óssea.

Preciso de suplementação?

Esta é uma dúvida comum, e a resposta depende da avaliação médica. A princípio, a suplementação é indicada para homens e mulheres com fator de risco para a osteoporose ou que possuem deficiência de cálcio ou outro nutriente.

Sobre o autor

Amanda Preto
Jornalista especializada em saúde, bem-estar, movimento e professora de yoga há 10 anos.

Leia também:

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas

corredor abaixado segurando a perna aparentemente com dor
Bem-estar Movimento Saúde

Será que eu estou com canelite? Médico destaca principais sinais

A condição é uma das principais preocupações entre os corredores. Ortopedista explica como identificar os sintomas característicos da canelite