Quanto dá para secar até o verão de forma saudável?

Alimentação Bem-estar
21 de Outubro, 2022
Quanto dá para secar até o verão de forma saudável?

Uma pesquisa realizada pela WW no início do ano mostrou que 66% dos brasileiros amam o próprio corpo, mas consideram a perda de peso como um caminho para uma vida mais saudável. Entretanto, a busca pelo emagrecimento pode se tornar perigosa, sobretudo quando há um desejo de alcançá-lo a qualquer custo. Um levantamento do Conselho Federal de Farmácia descobriu, inclusive, que pelo menos 24% dos brasileiros já recorreram a alguma substância, como chás emagrecedores, para secar. Com o verão se aproximando, é normal ver muitas pessoas começando projetos para perder peso rápido. Antes de mais nada, vale entender que é possível emagrecer até o final do ano, mas, para isso, alguns hábitos e cuidados devem ser adotados.

De acordo com a nutricionista Karinee Abrahim, com uma alimentação adequada para o objetivo e uma prática regular de exercícios físicos, resultados bastante satisfatórios podem ser alcançados em um curto período de tempo. 

Francisco Tostes, médico atuante em endocrinologia, ainda faz questão de ressaltar que para ter, de fato, mudanças em apenas dois meses, é preciso se comprometer com a dieta e os exercícios físicos de uma forma mais rígida. 

Quanto dá para secar até o verão?

Acima de tudo, é importante compreender que cada indivíduo possui as suas próprias especificidades. Por isso, o tempo para perder peso é diferente para cada um, bem como a quantidade de quilogramas que diminuem na balança. “O cálculo é individual e vai depender do estado atual da pessoa e da flexibilidade metabólica”, esclarece Karinee.

Entretanto, o endocrinologista explica que, de forma geral, perder de 5 a 10 quilos até o verão é um cenário possível. Ambos profissionais reforçam, sobretudo, a importância de tomar decisões saudáveis para alcançar o emagrecimento. 

“O que não é saudável é a busca pelo emagrecimento a qualquer custo sem orientação, com dietas muito restritivas ou excesso de treino”, diz a nutricionista.

Dicas para perder peso rápido

Francisco defende que haja, antes de mais nada, uma mudança no pensamento. Isso porque o projeto verão é um projeto com um “prazo de validade”. Sendo assim, para perder peso rápido é necessário comprometer-se com uma dieta específica, além de manter disciplina nos treinos. Depois desse período, novos objetivos e, consequentemente, estratégias diferentes devem surgir.  “Enxergar essa linha de chegada ajuda a manter o compromisso durante o projeto”, diz.

Além disso, a profissional da nutrição pontua algumas dicas para tornar esse projeto mais descomplicado. Por exemplo:

  • Não espere chegar a “segunda-feira”. Comece!
  • Priorize pelo menos 1h do dia para dedicar-se a você;
  • Mude os seus hábitos alimentares;
  • Cuide para ter um sono de qualidade;

Por fim, ela ainda explica que um dos grandes erros das pessoas é retirar diversos alimentos da rotina para tentar emagrecer:  “Melhore primeiro a qualidade da alimentação, muitos se preocupam em apenas retirar alimentos, e esse nem é o foco. Quando você muda a qualidade dos alimentos, seu corpo já reage em pouco tempo. Depois, se pergunte o porquê de estar fazendo um ‘projeto verão’ e não um ‘projeto para vida toda’”.

Leia também: 4 passos que podem te ajudar a emagrecer ainda este ano

Por onde começar?

Mudanças simples e que podem ser consideradas “pequenas” são as melhores nesses casos. Isso porque definir metas muito grandiosas e difíceis de serem alcançadas podem dificultar ainda mais o processo e deixar os resultados em um lugar muito distante. 

Karinee explica que a melhor forma de buscar uma relação equilibrada com a alimentação é olhar para ela como um todo. Assim, não adianta observar apenas a conta diária, é preciso olhar para o macro.  “Se você tomar 2 cafezinhos por dia e colocar apenas 1 colher de açúcar em cada um, acaba não sendo tanta coisa, não é? Mas se você somar tudo isso, em um mės, irá consumir 60 colheres de açúcar e isso acaba sendo muito significativo”, exemplifica.

Dessa forma, existem alguns passos que ajudam a colocar o projeto verão em prática e, consequentemente, colaboram para perder peso rápido e, claro, sem comprometer a saúde:

  • Reduzir açúcar, sal, biscoitos, doces, refrigerantes, bebida alcoólica e industrializados com alto teor de gordura e sódio;
  • Aumentar a ingestão de água;
  • Investir em alimentos integrais;
  • Comer quando realmente estiver com fome e não apenas por vontade;
  • Mudar a forma de preparo dos alimentos (melhor cozinhá-los do que fritá-los);
  • Adicione muitos vegetais e frutas nas refeições.

Todas essas estratégias facilitam o processo de emagrecimento até o verão. Entretanto, é importante ter em mente que mudar o estilo de vida exige tempo e paciência. “A verdadeira mudança de hábitos viria após este projeto verão, pois este é um processo que leva tempo, principalmente para quem vem de uma vida inteira de sedentarismo ou de uma alimentação desregrada. Até mesmo as pequenas mudanças devem ser vistas como grandes conquistas”, defende o endocrinologista.

O que é preciso para perder peso rápido?

Sabe-se que a alimentação e a prática de atividade física são essenciais para o emagrecimento, mas existem outros fatores que corroboram para a realização ou não desses objetivos. Karinee cita quatro deles: organização, planejamento, adesão e paciência.

Segundo ela, ao perder tais práticas de vista, é fácil que a frustração apareça. Assim, é necessário olhar para a sua rotina como um todo e se comprometer com as mudanças necessárias para atingir os resultados desejados.

“Falta de planejamento e organização para comprar, preparar ou levar os alimentos adequados representa um grande obstáculo para quem me procura. Elas também alegam não terem tempo para se exercitar mas, na maior parte das vezes, isso se deve por não enxergarem o exercício como uma prioridade”, completa Francisco.

Dificuldades no processo e como driblá-las

De acordo com os especialistas, o comportamento do indivíduo dita muito o desenrolar desse processo. O endocrinologista cita, por exemplo, a falta de regularidade. Segundo ele, é muito comum ver pessoas adotando hábitos desequilibrados. “É o sujeito que faz jejum em um dia, mas bagunça a alimentação no resto da semana, ou também aquele que fica 3h na academia e depois não volta por 1 mês”, esclarece.

Para driblar essas dificuldades e a autossabotagem, Karinee recomenda que o paciente faça uma autoavaliação para entender quais razões levaram-no ao aumento de peso. Isso vai ajudar a fazer com que a pessoa consiga testar novos caminhos e evitar o efeito sanfona

“Além disso, existe o fator metabólico, se fosse apenas treinar mais e comer menos, seria mais fácil, mas não é bem assim”, completa.

Justamente por isso, a nutricionista explica a importância de ter um acompanhamento profissional. Em alguns casos, inclusive, se faz necessário um trabalho multidisciplinar, isto é, com participação de um médico, um nutricionista e um psicólogo.

Por fim, ela explica que, apesar de o esforço e a disciplina serem agentes fundamentais para perder peso rápido, existem hormônios que quando estão desalinhados, por quaisquer que sejam os motivos, podem atrapalhar o emagrecimento. De qualquer forma, ela reforça a importância de manter-se firme. “Toda mudança gera desconforto, respeite e curta o processo. Melhor um degrau por vez do que pular 10 e cansar logo em seguida. Lembre-se: a constância, mesmo que lenta, transforma”, diz.

Fontes: Karinee Abrahim, nutricionista da equipe Nutrindo Ideais e pós-graduada em Metabolismo e Emagrecimento; Francisco Tostes, médico atuante em endocrinologia e sócio da Nutrindo Ideais.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

Remada baixa
Bem-estar Movimento

Remada baixa: para que serve e como fazer?

Comum em treinamento de força, o exercício fortalece os músculos das costas, como o dorso e trapézio

elevação pélvica
Bem-estar Movimento

Elevação pélvica: como fazer, benefícios e substituições

A elevação de quadril, também chamada de hip thrust ou elevação pélvica, é o ótima para trabalhar glúteos e pernas

chá de canela
Alimentação Bem-estar

Chá de canela: para que serve, benefícios e como preparar

A bebida é uma ótima opção para esquentar o corpo — muitos afirmam, ainda, que ela emagrece. Saiba tudo sobre o chá de canela