Palito de dentes prejudica a saúde bucal. Entenda

Saúde
26 de Abril, 2022
Palito de dentes prejudica a saúde bucal. Entenda

O hábito de limpar os dentes com palito é antigo. Surgiu quando o norte-americano Charles Forster morou no Brasil entre as décadas de 1840 e 1850. Ele se encantou com a beleza da dentição das mulheres brasileiras, que usavam palitos de salgueiro para remover restos de comida dos dentes. Voltando aos EUA, contratou um inventor de máquinas para que criassem um equipamento de produção de lascas de madeiras. Surgiu, então, o palito de dente. 

De acordo com a Dra. Bruna Conde, cirurgiã dentista, apesar de prático, o item não cumpre o papel de limpar e vai apenas remediar uma situação temporária. Para completar, o palito de madeira ainda pode ser prejudicial ao seus dentes e gengiva. “Aquela pequena ponta é afiada o suficiente para conseguir perfurar o tecido da gengiva. Assim, a ferida pode contribuir para a entrada de bactérias nocivas e resultar em problemas gengivais irreversíveis”, conta a especialista em saúde bucal.

Leia mais: Compartilhar escova de dente coloca a saúde bucal em risco

Por que o palito de dentes não são indicados?

Quando você usa o palito de dente para limpar algum resíduo de comida que ficou entre os dentes, pode até parecer que a limpeza foi feita, mas na verdade pode não ter sido limpo totalmente. Na maioria das vezes, o palito acaba empurrando a sobra de alimento ainda mais para dentro. Além disso, nem sempre ele consegue alcança o local e, ao insistir, sua gengiva pode ser ferida. 

Do mesmo modo, muitas pessoas usam o palito sem cuidar dos seus dentes. O empurram entre os vãos para retirar melhor os resíduos acumulados. Mas isso pode causar um afastamento entre os dentes, porque ao utilizar o palito todos os dias como um meio de limpeza, acaba forçando-os e com isso, causando o espaçamento.

Malefícios do palito de dente para a saúde bucal

Dra. Bruna Conde cita alguns dos principais problemas causados pelo uso de palitos de dente:

  • Retração da gengiva, que é o afastamento da camada protetora que fica sobre a raiz do dente, podendo provocar sensibilidade e alteração da estética;
  • Problemas gengivais por achar que a higiene com palito é o suficiente e 100% efetiva.
  • Feridas em qualquer parte da boca, pela perfuração com a ponta do palito. 

Afinal, qual a melhor opção?

Bruna finaliza indicando que a melhor opção para quem não quer correr o risco de ficar com algum pedaço de comida entre os dentes é sempre andar com fio dental na bolsa que, por sua vez, é o material apropriado para a higienização bucal. Segundo a dentista, o item de limpeza consegue encaixar perfeitamente nos espaços entre os dentes. Além disso, pode ser usado com facilidade e é muito mais seguro e efetivo para realizar a limpeza. 

Fonte: Dra. Bruna Conde, Cirurgiã Dentista – CRO SP 102038.

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

montagem com as fotos de Wagner
Saúde

Ele já fez mais de 100 doações de sangue e plaquetas: “dar um pouco da minha saúde para quem precisa”

Conheça a história de Wagner Hirata, que tem as doações de sangue e plaquetas como um de seus propósitos de vida

neuralgia do trigêmeo
Saúde

Neuralgia do trigêmeo: doença que provoca uma das piores dores do mundo

Sintomas de doença são dores muito fortes e rápidas em apenas um lado do rosto, causando sensação de choque ou de um golpe muito forte

Reynaldo Gianecchini
Saúde

Reynaldo Gianecchini revela diagnóstico de doença autoimune

A síndrome de Guillain Barré causa fraqueza e dificuldades para mover os braços e as pernas