Osteonecrose: o que é, sintomas e como tratar

Saúde
23 de Novembro, 2021
Osteonecrose: o que é, sintomas e como tratar

A osteonecrose é uma doença que causa o falecimento dos ossos. Também chamada de necrose avascular da cabeça femoral, ocorre quando, em função de defeitos no sistema circulatório, a irrigação adequada da cabeça femoral, na região do quadril, é prejudicada. Como resultado, os sintomas iniciais incluem dor no osso afetado e o risco de desenvolvimento de artrose grave. O mais preocupante dessa condição é que, embora ela possa atingir pessoas de qualquer faixa etária, mais de 80% dos casos se concentram na população do sexo masculino, entre 30 e 50 anos. 

Possíveis causas

A principal causa da osteonecrose está relacionada ao sistema circulatório, pois ele é prejudicado após a necrose do osso medular ( responsável pela sustentação da esfericidade da cabeça femoral). Além disso, qualquer histórico de lesão óssea que não foi devidamente tratado também pode estimular o desenvolvimento da osteonecrose. 

Embora se manifeste em qualquer osso, o quadril é a área mais comum para o desenvolvimento do problema, especialmente na região femoral. Porém, existem fatores que favorecem ainda mais o surgimento da osteonecrose:

  • Remédios corticoesteroides: o uso contínuo desse tipo de medicação pode causar a porosidade e enfraquecimento dos ossos, causando mais chances de fraturas e lesões.
  • Doenças relacionadas à saúde do sangue, como anemia, câncer, insuficiência hepática, hemofilia e doenças reumatológicas.
  • Doenças infectogiosas;
  • Tratamento de quimioterapia;
  • Alcoolismo e tabagismo.
  • Sedentarismo e alimentação inadequada.

Sintomas da osteonecrose

Inicialmente, quando o paciente está no primeiro estágio da doença, os sintomas são praticamente inexistentes, assim como podem surgir incômodos sutis ao se movimentar. Com a evolução da osteonecrose, que se agrava com o comprometimento da circulação de sangue, o indivíduo sente muita dor. Como consequência, atividades simples podem se tornar mais difíceis. Se houver dor persistente e dificuldade em realizar movimentos simples, como caminhar ou se agachar, consulte um ortopedista para avaliar o quadro.

Como identificar e tratar 

Exames como radiografia e ressonância magnética auxiliam no diagnóstico. Dependendo do estágio da doença, o tratamento inclui uso de anti-inflamatórios, fisioterapia e repouso. Se o nível de necrose dos ossos estiver avançado, pode ser indicada a cirurgia para corrigir o problema ou substituir o osso perdido por uma prótese. Por fim, a melhor forma de evitar a osteonecrose é por meio da prevenção. Dessa forma, a dica é levar uma vida ativa e com treinos de fortalecimento muscular para evitar lesões, além de uma rotina equilibrada de repouso, alimentação balanceada e exercício físico. 

Fonte: Luiz Cesar Ludovice, médico ortopedista e traumatologista com área de atuação em quadril e pé na Clínica Prime Regen. É membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), da Sociedade Brasileira de Cirurgia e Medicina do Pé e membro aspirante da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Quadril. 

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

mulher com as mãos na barriga
Saúde

Vaginismo afeta o bem-estar e pode ter causas emocionais

O vaginismo é um tipo de dor que acontece durante a penetração. As causas normalmente englobam aspectos psicológicos, e problema atrapalha a vida sexual

foto do ator Tony Ramos
Saúde

Hematoma subdural: entenda quadro de Tony Ramos

Tony Ramos passou por duas cirurgias após apresentar um hematoma subdural. Segundo boletim médico, ator já tem "melhora na evolução do quadro clínico"

corrida
Bem-estar Movimento Saúde

Como proteger garganta e ouvidos na corrida durante o inverno

É necessário tomar os devidos cuidados para proteger garganta e ouvidos durante a corrida no inverno. Saiba mais!