A melhor maneira de emagrecer, de acordo com a ciência

Alimentação Bem-estar
06 de Novembro, 2019
A melhor maneira de emagrecer, de acordo com a ciência

Se você perguntar a um especialista em dieta sobre a melhor maneira de emagrecer, provavelmente obterá uma ampla gama de respostas.

Então, como escolher um método de perda de peso que realmente funciona? Um estudo científico recente revelou qual a melhor maneira de emagrecer. De fato, os pesquisadores identificaram três pontos específicos necessários para perder peso.

De acordo com uma grande revisão dos estudos de perda de peso elaborada pelas universidades americanas da Pennsylvania, Drexel e Colorado, e publicada no Journal of the American Medical Association, as pessoas obesas que combinaram essas três tarefas tiveram mais sucesso na perda de peso:

  • Uma dieta que reduziu a ingestão de alimentos em cerca de 500 calorias por dia;
  • Mais atividade física, como caminhar por 20 a 25 minutos todo dia;
  • Apoio de um profissional treinado, como médico ou nutricionista.

Quando os especialistas avaliaram os resultados de diferentes estudos de emagrecimento, descobriram que quando as pessoas faziam uma das coisas da lista, mas não as outras, elas eram menos bem-sucedidas. E mesmo as pessoas que fizeram apenas duas coisas emagreceram menos. As pessoas que perderam mais peso foram as que combinaram os três itens: dieta, exercício e apoio especializado. 

A melhor maneira de emagrecer

Talvez os resultados do estudo não sejam surpreendentes. Afinal, o fato de precisar comer menos e se mexer mais não é exatamente uma notícia inovadora. Mas, existem algumas conclusões desta pesquisa que podem ser úteis para quem está tentando reduzir os quilos na balança. 

Apoio é importante

Não subestime o papel que o nutricionista ou nutrólogo pode desempenhar na jornada de perda de peso. O profissional pode ajudar a entender como o emagrecimento pode melhorar sua saúde. Também pode fornecer apoio e referências a outros profissionais, como um educador físico ou psicólogo especializado em saúde comportamental, para gerenciar emoções que afetam a alimentação. O apoio pode ajudar a permanecer motivado e no caminho certo quando surgem desafios.

Acompanhe a ingestão calórica

Se você deseja atingir um déficit calórico de 500 calorias por dia, conforme sugerido pelo estudo, é necessário acompanhar o consumo de alimentos, especialmente no início do programa. Caso contrário, nunca saberá se está atingindo a meta regularmente. E a consistência é fundamental quando se está tentando emagrecer. Eventualmente, será possível diminuir os números e usar uma abordagem mais simples, como o controle de porções. Mas, acompanhar as calorias no início do plano provavelmente será útil.

Mude seus hábitos para mudar seu peso

Emagrecer é mudar o estilo de vida, não apenas a dieta. Se você mudar seus hábitos alimentares para emagrecer, isso é ótimo. Mas você também precisa alterar sua rotina diária para incluir atividade suficiente para perder peso. E, por último, não se pode esperar grandes resultados se fizer apenas pequenas alterações. Quem realmente quer perder peso, precisa executar cada uma das três tarefas se quiser ver resultados reais. Registre sua ingestão diária de calorias, meça seus exercícios semanais e fique responsável perante um profissional de saúde para atingir a meta de emagrecimento. 

Leia também: Qual a diferença entre o suco detox e o shot detox?

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

menina com ritmo circadiano saudável dormindo na cama durante as férias
Bem-estar Gravidez e maternidade

Férias escolares: como manter um ritmo circadiano saudável?

Manter um ritmo circadiano saudável por meio de uma rotina consistente é fundamental para o bem-estar físico e mental.

mãos segurando um tapete de ioga
Bem-estar Movimento

Treinar no frio dá menos resultado? Especialista responde

As temperaturas mais baixas do inverno fazem com que o corpo demore mais para aquecer. O que pode dar a sensação de que treinar no frio

criança sentada em mesa segurando uma colher e comendo um mingau rico em fibras
Alimentação

Fibras na alimentação infantil: conheça os benefícios e como incluí-las

As fibras na alimentação infantil contribuem para o bom funcionamento do intestino, prevenindo a prisão de ventre.