MC Cabelinho faz tatuagem com anestesia geral. Quais são os riscos?

Saúde
02 de Dezembro, 2022
MC Cabelinho faz tatuagem com anestesia geral. Quais são os riscos?

O MC Cabelinho surpreendeu seus fãs na última quarta-feira, 30/11, ao tomar uma anestesia geral para finalizar uma tatuagem grande nas costas sem sentir dor. O procedimento realizado no centro cirúrgico do Hospital da Plástica, no Rio de Janeiro, despertou curiosidade. Será que existem riscos na anestesia geral? Confira a seguir! 

Tatuagem do MC Cabelinho 

O funkeiro divulgou fotos no seu perfil no Instagram relatando o procedimento. “Fé!! Agora só falta as pernas”, brincou. Na ocasião, o Cabelinho desenhou uma imagem cantando em uma favela com fãs ao seu redor. 

O procedimento inusitado divide opiniões na internet e mobilizou uma equipe de médicos, tatuadores e anestesistas. O MC foi atendido em um hospital, que é o mais adequado em termos de aplicação da anestesia, acompanhamento da reação do paciente e pronta resposta em caso de problemas. Ou seja, realizar este procedimento com anestesia em estabelecimentos comuns como estúdios de tatuagem é inviável, isso porque locais como esse não comportam uma estrutura médica com o acompanhamento e suporte necessário para a aplicação de anestesia. 

Além do mais, somente um médico anestesista pode fazer esse tipo de aplicação, já que a anestesia, se aplicada incorretamente, pode ocasionar em riscos cardiovasculares e respiratórios. 

Saiba mais: Anestesias: tipos, quando usar e riscos

Riscos da anestesia geral 

A anestesia geral traz conforto e segurança aos pacientes que irão realizar uma cirurgia ou procedimento doloroso, a fim de mantê-lo dormindo, sem dor e sem se mexer durante todo o processo. 

De acordo com a Sociedade Brasileira de Anestesiologia, atualmente, são raras as complicações das anestesias. Com medicamentos, equipamentos e técnicas modernas, o médico anestesiologista reduz ao máximo os riscos de acidentes anestésicos. Contudo, é preciso estar ciente de que eles existem, mas geralmente para pacientes que já possuem doenças pré-existentes. Por exemplo: problemas cardíacos ou respiratórios, ou faz uso de drogas como dependente químico, por exemplo.

Sendo assim, a anestesia uma técnica segura, que tem evoluído muito bem nos últimos anos. No entanto, pode ter efeitos colaterais quando se trata de pacientes alérgicos a certos tipos de medicações. O risco de náusea e vômito podem aparecer no pós operatório, a depender de quais medicações foram utilizadas. 

Leia também: Anestesia geral: como funciona, tipos, quanto tempo dura e riscos

 

Sobre o autor

Tayna Farias
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em gravidez e maternidade

Leia também:

foto de uma caderneta de vacinação com uma seringa
Saúde

Caderneta de vacinação em dia ajuda a evitar surtos de doenças

Especialistas alertam que a vacinação é um pacto de saúde coletivo

Chá de folha de mamão e dengue
Saúde

Chá de folha de mamão e dengue: é falso que bebida combate a doença

Não existem evidências científicas de que a bebida possui propriedades medicinais no tratamento da doença

vitamina B e dengue
Saúde

Vitamina B previne a picada do mosquito da dengue?

Sem comprovação científica, a técnica popular pode levar a população a uma falsa sensação de segurança