Gabriela Pugliesi: malhar durante a gravidez prejudica o bebê?

Gravidez e maternidade Saúde
10 de Maio, 2022
Gabriela Pugliesi: malhar durante a gravidez prejudica o bebê?

Desde a última segunda-feira (9), o nome de Gabriela Pugliesi tem circulado nas redes sociais por um alegre motivo. Ela anunciou que está à espera do seu primeiro filho, fruto do relacionamento com o rapper e artista plástico, Túlio Dek. Em entrevista ao colunista Léo Dias, a musa fitness contou que descobrir as minúcias da gestação tem sido uma jornada gostosa de viver e com poucas mudanças, inclusive em relação a malhar durante a gravidez.

“Nos primeiros três meses, não tive enjoo, só muito sono – o que é normal. Além do meu paladar que mudou muito: só quero comer frutas cítricas e geladas. Mas não posso reclamar de nada. A gravidez até agora está sendo um sonho! Continuei a vida normalmente, até com os exercícios físicos, só diminuí a intensidade. Está tudo ótimo comigo e não tenho nenhuma restrição”, revelou Gabriela.

A fala da influenciadora digital retomou a dúvida que ronda com frequência as gestantes: exercícios físicos são prejudiciais ao bebê? De antemão, adiantamos que a resposta tranquiliza as futuras mães. Se houver liberação do obstetra para a prática de atividades físicas e moderação, somam-se benefícios tanto para a grávida quanto para o pequeno que está a caminho.

“Recomendamos que as gestantes pratiquem exercícios físicos para liberar endorfina, o hormônio do bem-estar”, lembra o ginecologista e obstetra Carlos Moraes, em entrevista ao Metrópoles. De acordo com o especialista, em caso de mulheres sedentárias, não é indicado malhar nas 12 primeiras semanas de gestação por precaução.

Leia mais: Exercícios seguros para gestantes: afinal, quais são e quais os benefícios?

Melhores exercícios físicos para malhar durante a gravidez

Dessa forma, as opções para movimentar o corpo durante os nove meses são muitas e a escolha dependerá da preferência da mulher e liberação médica. Caso ela escolha a musculação, por exemplo, sentirá sua musculatura fortalecer e menos dores na lombar, incômodo que tende a ficar mais evidente do segundo para o terceiro trimestre de gravidez.

O mesmo vale para a natação, que tonifica a musculatura, além de aumentar o fôlego e a resistência materna. Todavia, neste caso, é preciso atenção para que a frequência cardíaca esteja sempre controlada com a prática do exercício em nível moderado.

Igualmente acontece com o pilates, que age principalmente no fortalecimento do assoalho pélvico. Ele é fundamental para que a gestante consiga sustentar o peso da barriga durante os nove meses e, mais tarde, o exercício pode vir a ajudá-la a passar por um parto via vaginal.

Para as gestantes que são fãs de Yoga, saiba que a modalidade também tem seus benefícios na gravidez. Além de trazer mais flexibilidade e equilíbrio, ela ensina técnicas de respiração e como manter-se presente no aqui e agora, diminuindo os níveis de ansiedade.

Leia mais: Primeiro trimestre de gravidez: afinal, quais são os sintomas, exames e cuidados?

Leia também:

insulina oral
Saúde

Insulina oral: Pesquisadores desenvolvem novo tratamento para diabetes

A nova versão se mostrou mais prática e deve gerar menos efeitos colaterais

Ivete Sangalo pneumonia
Saúde

Ivete Sangalo é internada com pneumonia. Entenda o quadro

A pneumonia é uma infecção respiratória que causa tosse com muco ou pus, febre e dificuldade respiratória

foto de uma caderneta de vacinação com uma seringa
Saúde

Caderneta de vacinação em dia ajuda a evitar surtos de doenças

Especialistas alertam que a vacinação é um pacto de saúde coletivo