Pedro Scooby faz jejum intermitente 16:8, conheça a prática

21 de janeiro, 2022

Durante uma conversa com outros participantes do BBB 22, o surfista Pedro Scooby contou que realiza o jejum intermitente de 16 horas — protocolo conhecido como 16:8. Depois da declaração, muitas pessoas ficaram curiosas a respeito da prática. Entenda:

Pedro Scooby faz jejum intermitente 16:8: O que é

A estratégia alimentar conhecida como jejum intermitente é caracterizada por períodos alternados de jejum e de alimentação regular (a chamada janela alimentar), a fim de melhorar a composição corporal e a saúde geral.

É possível fazer isso de diversas maneiras, e o tipo citado por Scooby é apenas uma delas. Confira os principais métodos:

  • Método 16:8: 16 horas de jejum e 8 de alimentação normal;
  • Jejum completo: jejum durante 24 horas, uma ou duas vezes por semana;
  • 5:2: em dois dias não consecutivos da semana, os indivíduos consomem somente 500-600 calorias e nos outros 5 dias, alimentação normal.

Durante o período de jejum, é possível beber água e outros líquidos, como chás, sucos e café. Porém, não pode haver adição de açúcar ou adoçantes.

Dentre os benefícios da técnica investigados pela ciência, podem ser citados o emagrecimento, a redução do percentual de gordura corporal, a renovação celular, a diminuição das taxas de insulina no sangue e o menor risco de algumas doenças crônicas.

Leia também: Jade Picon fazia jejum todos os dias e tinha dieta regrada antes do BBB. Estratégia é saudável?

Como fazer o jejum 16:8

Não há dados que indiquem o número de horas exato que deve durar o jejum para que ele tenha efeito. Por isso, pessoas adotam diferentes métodos, como o 14:10, 0 12:12 e o 8:16. No entanto, no caso do 16:8, realiza-se o jejum por 16 horas e o consumo de calorias se restringe a 8 horas do dia. Isso garante uma menor “janela” de consumo e, portanto, uma redução na ingestão calórica.

Por isso, o ideal é que a pessoa que segue o jejum 16:8 se alimente bem ao longo das 8 horas permitidas, mantendo uma dieta balanceada e rica em nutrientes. Não só, vale priorizar alimentos que promovem saciedade, pois eles são ideais para “segurar a fome” ao longo das outras 16 horas.

No entanto, isso não é nada mais que uma sugestão, pois o plano de jejum intermitente não é uma dieta. Ou seja, a forma como a pessoa se alimenta no intervalo em que pode comer vai fazer toda a diferença para garantir os resultados da técnica. Afinal, exagerar nas calorias durante a janela alimentar pode provocar o efeito contrário e estimular o ganho de peso.

Por fim, por mais que seja possível praticar o jejum intermitente todos os dias (com acompanhamento médico, é claro), o mais indicado é adotá-lo em dias alternados. Desse modo, você facilita a ingestão correta de todos os nutrientes necessários ao organismo.

Leia também: Como quebrar o jejum intermitente: Melhores alimentos

Quem não deve fazer jejum intermitente

A prática do jejum não é uma boa ideia para pessoas dos seguintes perfis:

  • Pessoas com histórico de transtornos alimentares;
  • Pacientes de diabetes;
  • Mulheres grávidas ou em fase de amamentação;
  • Crianças.

Consulte um nutricionista antes de tentar!

Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.