Infecção no dente pode trazer consequências graves para a saúde. Saiba como se prevenir

Saúde
13 de Setembro, 2022
Infecção no dente pode trazer consequências graves para a saúde. Saiba como se prevenir

Na última semana, o funcionário público Luiz Carlos das Dores, de 56 anos, morreu após ter uma infecção generalizada depois de colocar facetas dentárias. Mas será que  uma infecção no dente pode afetar a saúde bucal e até resultar em morte? 

De acordo com a Dra. Ana Claudia, dentista da REDEORTO, sim, já que os cuidados dentários podem refletir diretamente na saúde geral. Segundo ela, na boca vivem vírus, fungos, protozoários e cerca de 100 milhões de bactérias em cada ml de saliva. 

Assim, quando o dentista informa sobre um possível foco de infecção, é preciso dar a devida atenção. “É um alerta para possíveis focos de infecção que podem se espalhar pelo corpo, causando problemas como febre reumática, problemas cardíacos, gástricos, derrame, pneumonia, parto prematuro, entre outros”, explica Claudia. 

Ou seja, em caso de infecção, as bactérias podem cair na corrente sanguínea e se espalhar por vários órgãos, causando problemas ou agravando alguma doença já existente. 

Facetas dentárias são perigosas?

A especialista explica que existem vários métodos para se fazer facetas dentárias. No geral, todos os procedimentos são pouco invasivos. 

“No caso específico do Sr. Luiz Carlos, ainda temos poucas informações para saber o que aconteceu. Mas, aos primeiros sinais de complicações, como dor, inchaço, febre, sangramento gengival, você deve informar ao dentista o que está acontecendo. Isso não é normal e deve ser tratado. O dentista pode pedir exames de sangue, exames radiográficos e prescrever medicamentos adequados”, afirma. 

Como já citado, as facetas são colocadas de forma simples, portanto, não há contraindicação. Entretanto, se você tem algum foco de infecção no dente, muito tártaro, perda óssea ou cáries, é preciso tratar essas questões e só depois avaliar a possibilidade de colocação.

Leia também: Escova de dente: 4 dicas para escolher a melhor

Exame que deve ser feito antes da colocação

É importante que o profissional solicite uma radiografia panorâmica. Assim, é possível ver todos os dentes e ossos do maxilar e mandíbula. Neste caso, se existirem dentes com problemas ou perda óssea importante, o dentista consegue alertar o paciente para o tratamento ideal.  

Além disso, Claudia conta que o paciente deve ser informado que antes, durante e após o tratamento, deve-se manter uma boa higiene da boca. Ou seja, escovar os dentes três vezes ao dia, usar fio dental e enxaguante bucal. 

“Outra coisa importante: quando você faz uma cirurgia na boca, como a extração de um dente ou a instalação de um implante, você deve tomar os medicamentos prescritos pelo dentista, exatamente como ele orientou. Nada de tomar só 1, 2 dias ou não tomar porque acha que não precisa. Isso é um grande perigo para a sua saúde e pode levar ao óbito”, afirma a especialista. 

Por fim, quando o assunto é infecção, outros procedimentos como implantes, extrações, tratamento de cárie e de canal precisam de um cuidado maior na hora do tratamento. Ou seja, todos os procedimentos que envolvem excesso de bactérias podem resultar em uma infecção.

Infecção no dente: cuide da saúde bucal  

Em conclusão, Claudia ressalta que é preciso buscar por um profissional habilitado para cada procedimento. Portanto, vale buscar indicações, perguntar aos amigos e não ter pressa. 

“Faça todos os exames solicitados pelo seu dentista, fale tudo sobre sua saúde, doenças, medicamentos que toma regularmente e esclareça todas suas dúvidas. Não faça a automedicação achando que você vai tomar um ‘remedinho’ e vai passar. Você deve sempre informar seu dentista sobre qualquer coisa de diferente que aconteça com você!”, finaliza. 

Fonte: Dra. Ana Claudia, especialista em ortodontia e ortopedia funcional e dentista da REDEORTO

Sobre o autor

Gabriela Ferreira
Jornalista e Repórter da Vitat.

Leia também:

mulher se consultando com um médico
Bem-estar Saúde

Preparação para a bariátrica vai além dos exames e envolve mudanças de vida

Antes de entrar no centro cirúrgico, o candidato à cirurgia bariátrica percorre um caminho de preparação que promete mais do que a perda de peso: uma

tempo em frente às telas
Alimentação Bem-estar Equilíbrio Saúde

Maior tempo em frente às telas está associado à piora da dieta de adolescentes

Pesquisa brasileira avaliou dados de 1,2 mil adolescentes e constatou que a maioria gasta mais de 2 horas de tempo em frente as telas

corredor abaixado segurando a perna aparentemente com dor
Bem-estar Movimento Saúde

Será que eu estou com canelite? Médico destaca principais sinais

A condição é uma das principais preocupações entre os corredores. Ortopedista explica como identificar os sintomas característicos da canelite