Hábitos alimentares que fazem você se sentir mais cansada

14 de fevereiro, 2020

Pare e reflita: em quais momentos se sente mais cansada? Não será uma surpresa se constatar que pouco antes da sonolência começar você realizou uma refeição. A realidade é que aquela moleza que parece não ter fim pode ter um causa bem simples: seus hábitos alimentares.

De acordo com uma pesquisa do Ibope, 98% dos brasileiros apresentam algum nível de cansaço e uma das causas é a alimentação desequilibrada.

Conheça a relação entre seus hábitos alimentares e o seu estado de exaustão.

Excesso de alimento nas refeições

Após exagerar no almoço ou jantar a pessoa tende a ficar sonolenta e sente cansaço. “Isso ocorre porque, após uma refeição volumosa, o organismo é forçado a trabalhar mais em prol da digestão. Com isso, o fluxo sanguíneo é direcionado para o estômago e intestino. Como consequência, a circulação no cérebro fica comprometida, por isso a sensação de fadiga”, explica a nutricionista clínica Franciele Cristina Campos. 

Dietas restritivas

As dietas que cortam carboidratos podem causar cansaço especialmente nos primeiros dias, pois eles são nossa principal fonte de energia. A tendência é que o corpo se acostume com essa mudança com o tempo, ao obter combustível de outras fontes, mas pessoas que praticam atividades físicas precisam de mais glicose durante o dia e podem se sentir mais esgotadas com a escassez dela.

“O segredo é comer de tudo um pouco: frutas, legumes, verduras, cereais integrais, gorduras boas, carnes magras, ovos, leite e derivados. De preferência um cardápio variado, bem colorido e diferente para cada dia da semana”, conta a especialista. 

Falta de nutrientes

Você já deve ter ouvido falar que devemos consumir uma variedade de vitaminas e minerais que estão presentes, principalmente, nas frutas, verduras e legumes. Pois essa afirmação é verdadeira.

 No entanto, é apenas quando tais nutrientes estão em falta no corpo que as pessoas costumam perceber a falta que eles fazem, valorizando o consumo de melhores alimentos.

 “A ausência ou desequilíbrio desses elementos pode trazer danos à saúde, pois o corpo necessita desses micronutrientes. Quando não são consumidos, os riscos podem ser grandes, acarretando surgimento de diversas doenças como a anemia, por exemplo”, conta a nutricionista. 

Exagerar na gordura

A gordura demora para ser digerida e exige um trabalho mais intenso do organismo. Antes de dormir, ela pode atrapalhar o sono e resultar em cansaço no dia seguinte.

Tomar pouca água

O simples hábito de manter o corpo hidratado já alivia os sintomas de cansaço. Beber água evita a redução no volume de sangue, atrapalhando o seu bombeamento que, consequentemente, boicota sua energia.

Falta de ferro

Deixar de ingerir alimentos ricos em ferro pode causar cansaço, lentidão e atrapalhar a concentração. A deficiência do mineral ainda provoca irritação e aumenta os riscos de anemia. Sua ingestão se dá por meio de alimentos como carnes, leguminosas e vegetais verde-escuros.

Mas atenção: nem tudo é culpa da comida. O cansaço relacionado à alimentação é uma sensação discreta, a fadiga constante exige atenção médica. 

Como várias doenças se manifestam primeiro em forma de cansaço extremo, busque orientação profissional caso se sinta realmente derrubado durante o dia.

Leia também: Dicas para acabar com a insônia e dormir melhor


Sobre o autor

Redação
Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.