Gel redutor de medidas: afinal, ele realmente funciona?

1 de agosto, 2022

Não é de hoje que o gel redutor de medidas faz parte da rotina de cuidados de várias pessoas que buscam alcançar seus objetivos quando o assunto é emagrecimento.

Este produto, contudo, gera muitas dúvidas sobre a forma com que age no corpo e sua eficácia. Afinal, como ele realmente funciona?

Para esclarecer essa e outras dúvidas, consultamos as médicas especializadas em dermatologia Carla Góes e Barbara Carneiro. Confira!

Leia também: Aprenda como tirar as medidas do corpo para registrar o seu progresso

O gel redutor de medidas funciona?

A resposta das duas profissionais é a mesma: não, o gel redutor de medidas não tem o poder de diminuir as circunferências do corpo.

De acordo com Carla, não é possível ter um resultado eficaz com o uso deste produto porque as camadas da pele são protetoras e dificultam a penetração de substâncias utilizadas em cremes ou em gel.

“Além disso, a maioria desses géis são a base da centelha asiática, que dá uma sensação de frio e formigamento na pele, por estimular a microcirculação para que os produtos penetrem mais na pele. Com isso, ele até pode melhorar a celulite, mas não vai reduzir medidas de maneira alguma”, explica Barbara.

Leia também: Como acabar com a celulite? Lista de alimentos de desinflamam o corpo

Existe algum benefício no seu uso?

Carla afirma que o uso do gel redutor pode ser benéfico para a qualidade da pele superficialmente, dando a impressão de que a região tratada diminuiu.

“A sensação de que houve uma redução normalmente acontece por causa da melhora da hidratação da pele e da microcirculação local. Além disso, alguns produtos usados em massagens modeladoras ou linfáticas têm em sua composição princípios ativos que ajudam a eliminar líquidos e toxinas do corpo”, ela explica.

“Os géis causam uma falsa impressão de redução de medidas porque aumentam a circulação da pele. Por isso, existe uma melhora no aspecto superficial dela, podendo até melhorar sutilmente as celulites. Mas, ainda assim, eles não diminuem as medidas”, complementa Barbara.

Leia também: Drenagem linfática: o que é, benefícios e como fazer em casa

Contraindicações

Além de não oferecer o benefício prometido, o gel de redução de medidas também pode ser um produto de alto risco para mulheres que estão amamentando ou gestantes – podendo até mesmo levar a um parto prematuro.

“Eu não recomendo o uso. Acredito que vender um produto com a promessa de fazer esse milagre tem que ser visto com muita cautela”, alerta Barbara.

Além disso, os produtos que causam formigamento e sensação de quente e frio na pele precisam de cuidados redobrados.

“Existe o risco de o paciente não lavar a mão depois do uso e passar essa mão logo depois no rosto e em áreas sensíveis. Temos que entender que a pele do rosto é totalmente diferente da pele do corpo e ter muito cuidado com isso”, alerta Carla.

“Não existem milagres! É preciso saber que você até pode usar um gel, mas isso não é suficiente. Você deve aliá-lo a uma boa alimentação, exercícios físicos e outros procedimentos indicados pelo seu médico para que possa ter resultados”, finaliza Barbara.

Fontes: Carla Góes, médica cirurgião especializada em dermatologia e longevidade; Barbara Carneiro, médica especialista em dermatologia e medicina estética.

Descubra se seu peso está saudável Em minutos, você saberá se seu peso atual é saudável, com a ajuda grátis da Vitat.

Sobre o autor

Ana Paula Ferreira
Jornalista e repórter da Vitat. Especialista em beleza e bem-estar.