Frio pode alterar a glicemia. Entenda!

Saúde
22 de Junho, 2023
Frio pode alterar a glicemia. Entenda!

Nesses dias frios, a vontade de ficar na cama, debaixo do cobertor, é grande. Assim, a rotina de atividade física acaba ficando comprometida, o que não é recomendado, principalmente para as pessoas que têm diabetes. Isso porque o frio pode alterar a glicemia. Entenda.

Leia mais: Glicemia em jejum: o que é e para que serve o exame

Por que o frio pode alterar a glicemia?

Primeiramente, porque a atividade física é essencial para a pessoa que vive com diabetes. Além disso, no inverno, é fundamental monitorar os níveis de glicose com regularidade, já que o frio pode causar alterações na glicemia.

De acordo com a Dra. Flávia Oliveira, médica do estilo de vida, a vasoconstrição causada pelo frio pode dificultar a ação da insulina no corpo do paciente, ou seja, a insulina presente no sangue pode não ter efeito esperado e possíveis hiperglicemias.

“Chamo atenção também à hipoglicemia, que pode ser mascarada pelas baixas temperaturas, uma vez que os sintomas podem ser confundidos com a própria sensação de frio como tremores, palidez, aumento de apetite e formigamentos nas extremidades”, explica Dra. Flávia.

E o que fazer?

Nesses dias de frio, é muito importante que a pessoa que vive com diabetes se mantenha aquecida, use roupas adequadas e proteja, especialmente, as extremidades do corpo como pés e mãos. “E não deixe a temperatura baixa impactar a sua rotina de exercícios. Antes de iniciar qualquer atividade física, faça um aquecimento para evitar lesões e meça a glicemia”, orienta a médica do estilo de vida e apoiadora do ICPD.

Segundo a Dra. Flavia, a recomendação é que exercícios ao ar livre ocorram nos horários mais quentes do dia. “A atividade física é um dos pilares do tratamento do diabetes, juntamente com a alimentação equilibrada e saudável. Hidrata-se, mesmo que no inverno a sensação de sede diminua”, explica a médica.

Fonte: Dra. Flávia Oliveira, médica do estilo de vida e coach de saúde, apoiadora do Instituto Correndo pelo Diabetes (ICPD).

Sobre o autor

Redação
Todos os textos assinados pela nossa equipe editorial, nutricional e educadores físicos.

Leia também:

neuralgia do trigêmeo
Saúde

Neuralgia do trigêmeo: doença que provoca uma das piores dores do mundo

Sintomas de doença são dores muito fortes e rápidas em apenas um lado do rosto, causando sensação de choque ou de um golpe muito forte

Reynaldo Gianecchini
Saúde

Reynaldo Gianecchini revela diagnóstico de doença autoimune

A síndrome de Guillain Barré causa fraqueza e dificuldades para mover os braços e as pernas

pés de pessoas calçando botas andando no meio de uma enchente
Saúde

Dengue ou leptospirose? Como diferenciar os sintomas

Após cheias como as do Rio Grande do Sul, as duas doenças podem coexistir e infectar simultaneamente a população; orientação é procurar atendimento médico para o diagnóstico